Mir se anima com Honda em teste de Valência: “Comecei a ver alguma evolução na moto”

Dono do 13º tempo, Joan Mir fechou o teste da MotoGP em Valência satisfeito com a evolução da RC213V. Espanhol falou em fazer dever de casa para ter uma moto melhor em Sepang

Joan Mir saiu satisfeito do teste da MotoGP em Valência. O espanhol contou que foi a primeira vez que começou a ver “alguma evolução na moto”.

O #36 completou 69 voltas no teste de terça-feira (28), a melhor delas em 1min30s051, 0s798 mais lento do que Maverick Viñales, que liderou os trabalhos, e ficou com o 13º tempo. O campeão de 2020 foi a segunda Honda no teste, já que Luca Marini ficou em décimo, a 0s703 do ponteiro.

Em Valência, a Honda testou uma série de novos componentes, incluindo novos chassi, garfo, aerodinâmica e escapamento.

“Isso é algo que me deixa muito feliz”, disse Mir. “É a primeira vez que comecei a ver alguma evolução na moto, no pacote. Nós tentamos muitas coisas”, seguiu.

Joan Mir saiu satisfeito do teste da MotoGP em Valência (Foto: Honda)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Não tivemos muito tempo para fazer ataque à tabela de tempos, mas, mesmo assim, não fomos mal. Em termos de ritmo, consegui ser forte e ter boas sensações, confiança”, relatou. “Vamos fazer o dever de casa para a Honda chegar em Sepang com uma moto melhor”, encerrou.

A partir de 2024, Mir começa a trabalhar com a equipe técnica chefiada por Santi Hernández, a mesma que atuou com Marc Márquez nos últimos anos.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.