Viñales lidera teste em Valência e fecha 2023. Marc Márquez estreia na Gresini em 4º

Maverick Viñales foi o mais veloz na última atividade de pista da MotoGP em 2023, em Valência. Mas quem roubou as atenções foi Marc Márquez, que andou pela primeira vez com a Gresini e mostrou bom ritmo

A temporada 2023 da MotoGP acabou de forma definitiva nesta terça-feira (28), com o último teste do ano, em Valência. E a classe rainha do Mundial de Motovelocidade viu Maverick Viñales liderar a atividade que durou sete horas, com o tempo de 1min29s253. As atenções, porém, ficaram voltadas para outros pilotos.

Brad Binder apareceu no final da sessão e ficou com o segundo melhor tempo, apenas 0s028 atrás de Viñales, enquanto Marco Bezzecchi foi o terceiro mais veloz experimentando a GP23.

Relacionadas


O grande destaque, no entanto, foi Marc Márquez. O aguardado encontro do octacampeão mundial com a Gresini Ducati foi motivo de confusão na porta da garagem. Quando subiu na moto e acelerou, foi forte desde o início e terminou na quarta colocação, com 1min29s424. No fim, muitos sorrisos e até aplausos da equipe para celebrar o início da nova parceria.

Raúl Fernández ficou em quinto, acompanhado por Álex Márquez, Fabio Di Giannantonio, Enea Bastianini, Jack Miller e Luca Marini — estreando pela Honda — fechando o top-10 em Valência.

Marc Márquez acelerou a Gresini e ficou no top-3 logo de cara (Foto: Divulgação/MotoGP)

Atual bicampeão da MotoGP, Francesco Bagnaia testou o protótipo da nova moto da Ducati e acabou em 11º, com 1min29s970 e a 0s717 do líder. O rival Jorge Martín também foi discreto e ficou em 15º depois de duas quedas, enquanto o estreante Pedro Acosta terminou em 18º.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-termpoda na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA MAIS
📌 Bagnaia quebra ‘maldição’ e renova título estampando #1 pela primeira vez em 25 anos
📌 Bagnaia mostra poder de reação para fugir do inferno e garantir bicampeonato da MotoGP
📌 Ducati ratifica fase brilhante e faz com Bagnaia o que faltou com Stoner: bi da MotoGP

Confira como foi o teste pós-temporada da MotoGP em Valência:

Quando o relógio chegou a 10h no horário local (6h de Brasília), o cronômetro foi disparado em Valência. Ao mesmo tempo, porém, uma pequena garoa chegou ao circuito Ricardo Tormo e fez os primeiros frios minutos do teste serem pouco movimentadso na pista, mas carregados de expectativas no paddock.

Depois de 22 minutos, finalmente a primeira moto saiu para experimentar a gelada pista valenciana e Luca Marini, estreando na Honda, foi quem acelerou para movimentar a atividade. O italiano marcou 1min35s007 para abrir o dia.

Logo depois, Marini acelerou ainda mais e marcou 1min32s752 na quinta tentativa. O italiano, porém, se empolgou e seguiu na pista sozinho para conhecer melhor a nova moto.

Marini abriu a sessão e estreou na Honda (Vídeo: MotoGP)

O segundo piloto a acelerar também foi uma novidade. Franco Morbidelli, agora na Pramac, saiu dos boxes com o novo protótipo da Ducati para aquecer a pista espanhola. Joan Mir também foi para o circuito e marcou 1min32s650, para tomar a dianteira.

De casa nova para 2024, Johann Zarco foi o quarto a acelerar, agora na LCR Honda, mas o francês fez tempos muito altos nas primeiras tentativas, assim como Álex Rins, agora na Yamaha.

Rins melhorou o tempo e fez 1min32s050, tomando a dianteira, com Mir apenas 0s182 atrás. As atenções, neste momento, porém, estavam voltadas para os boxes da Gresini e a aguardada estreia de Marc Márquez pelo time.

Com quase 1h de sessão, Pedro Acosta fez sua estreia na classe rianha do Mundial. Depois de vencer a Moto2, o jovem espanhol acelerou a GasGas e começou marcando 1min36s861. Depois, melhorou e fez 1min34s076.

Acosta acelerou a GasGas pela primeira vez na classe rainha (Vídeo: MotoGP)

Conforme mais pilotos entravam na pista, mais o traçado valenciano esquentava, pois as nuvens carregadas continuavam deixando o ar gelado durante a sessão e impedindo a presença do sol. Enquanto isso, Maverick Viñales fez 1min30s798 e tomou a dianteira, seguido por Enea Bastianini, a 0s964.

Pouco depois de 1h de atividade, os pilotos grandes saíram para a pista. Primeiro, foi o bicampeonato Francesco Bagnaia e depois foi a vez do vice Jorge Martín, além de Fabio Di Giannantonio e Marco Bezzecchi.

Com 1h15 de treino, a cena que todos esperavam. Marc Márquez subiu na sua nova Gresini e foi para a pista pela primeira vez com uma moto Ducati. Nas arquibancadas de Valência, o público presente ignorou o frio para receber o hexacampeão da MotoGP com gritos e aplausos.

E os tempos? Viñales melhorou um pouco mais e 1min30s719, com Martín apenas 0s004 atrás. Raúl Fernández subiu para terceiro, enquanto Bagnaia ficou com a sétima melhor marca do momento.

Marc Márquez finalmente estreou e acelerou a Gresini (Vídeo: MotoGP)

De repente, Márquez na liderança. Mas calma, foi o irmão Álex que fez 1min30s369 e tomou a dianteira. Marc, por outro lado, ainda conhecia a moto e aparecia em oitavo lugar, a 1s156 de diferença.

Marc Márquez, porém, logo acertou o ritmo da moto e saltou para a terceira colocação em Valência, com 1min30s683, apenas 0s3 atrás do irmão e com o intruso Brad Binder na segunda colocação.

Com a pista cheia e cada vez mais quente, os tempos se estabeleceram e os pilotos começaram a usar a sessão para cada vez mais testes. Martín, porém, fez 1min30s638 e subiu para o terceiro posto.

O primeiro erro do dia foi de Aleix Espargaró. O piloto da Aprilia errou a frenagem na primeira curva do circuito, entrou na caixa de brita, mas com paciência conseguiu voltar a acelerar. Logo depois, a primeira queda do dia. Martín fez 1min30s325 para assumir a liderança, mas depois errou na curva 10 e escorregou para fora da pista. Apesar do susto, o espanhol se levantou sozinho, mas retornou a pé para os boxes.

Martín perdeu o controle na curva 10 e caiu (Vídeo: MotoGP)

Bagnaia também reagiu na atividade. O atual campeão fez 1min30s462 e saltou para a terceira colocação, apenas 0s137 atrás do rival Martín. O companheiro Bastianini, por outro lado, aparecia só no 13º lugar.

As situações se acalmaram na psita, com poucas voltas rápidas, muitos testes nas motos e diversos pilotos nos boxes. Quando o treino bateu a marca de 2h, Rins deu um susto na curva 6, ao balançar e se equilibrar por muito pouco. Marco Bezzecchi, porém, escapou de vez da pista.

Augusto Fernández foi um dos que seguiu na pista, acertou boa volta e subiu para o segundo lugar, apenas 0s009 atrás de Martín, enquanto o companheiro Acosta errou na primeira curva e visitou a caixa de brita pela primeira vez na MotoGP.

Bezzecchi escapou rapidamente da pista no meio do teste (Vídeo: MotoGP)

Após duas horas de sessão, o grid voltou a se agitar na pista, especialmente com a aparição do sol em Valência. Maverick Viñales acertou grande volta e cravou 1min29s924, tomando a dianteira do teste. Franco Morbidelli também melhorou e subiu para o 19º lugar.

Viñales seguiu melhorando e fez 1min29s924, ainda na liderança. O espanhol, no entanto, ganhou uma inesperado companhia logo atrás, com Marc Márquez fazendo a segunda melhor marca da sessão e 0s298 de diferença.

Depois de poucas melhoras, a sessão em Valência seguiu normalmente, mas com a maioria dos pilotos nos boxes. Quem se arriscou na pista foi Martín, que caiu novamente, dessa vez na curva 6.

Di Giannantonio acelerou novamente a VR46 e subiu para sexta posição, enquanto Fabio Quartararo, recuperado da febre, subiu para o sétimo posto com 1min30s403.

A 3h15 para o fim da sessão, mudança na liderança. Raúl Fernández acertou grande volta, fez 1min29s208 e tornou-se o novo alvo do restante do grid.

A segunda queda de Jorge Martín no teste (Vídeo: MotoGP)

Com o sol novamente aparecendo em Valência, Viñales retornou para a pista e andou forte. Com o tempo de 1min29s807, o piloto da Aprilia superou Fernández por apena 0s001 e tomou a liderança na tabela.

A troca de golpes dos pilotos Aprilia seguiu intensa. Raúl Fernández reagiu depois perder a liderança, fez 1min29s710 e retomou o posto de honra da atividade. Neste momento, apenas cinco pilotos dividiam a pista, inclusive Marc Márquez em sua Gresini.

Augusto Fernández também voltou a andar bem e saltou para o terceiro lugar, a 0s396 atrás de Raúl Fernández. Outro que melhorou na tabela de tempos foi Martín, que fez o quarto melhor tempo até o momento.

Acosta estreou na nova equipe e deu show em Valência (Vídeo: MotoGP)

Bagnaia também voltou com sua Ducati, marcou 1min29s970 e pulou para o terceiro lugar. O companheiro Enea Bastianini foi no embalo e ficou com a quinta melhor marca, a 0s404 do líder, mas logo depois caiu uma posição ao ser superado por Álex Márquez.

Depois, a primeira curva do circuito espanhol fez duas vítimas. Marc Márquez e Marco Bezzecchi abusaram da velocidade e passaram reto, mas felizmente evitaram quedas e seguiram no teste sem dramas.

Álex Márquez voltou a andar bem e cravou 1min29s741, ficando apenas 0s031 atrás de Raúl Fernández. Mais atrás, Zarco reagiu com a nova LCR Honda e saltou para o décimo lugar.

Logo depois, a liderança mudou de novo. Marc Márquez cravou 1min29s460 e assumiu a ponta do treino pela primeira vez, colocando 0s250 de vantagem para Fernández. O irmão Álex também foi bem e pulou para o segundo posto.

Marc Márquez voou e fez a melhor marca até o momento (Vídeo: MotoGP)

Enquanto Viñales reagiu e tomou a segunda posição, apenas 0s043 atrás de Marc Márquez. Na tentativa seguinte, o piloto da Aprilia fez 1min29s253 e reassumiu a liderança. Na sequência, foi para a garagem e a equipe baixou as portas, mesmo com uma hora para o fim da atividade.

Os tempos continuaram baixando em Valência na última hora. Bezzecchi subiu para o segundo posto, apenas 0s093 atrás do líder. Di Giannantonio também colocou a VR46 no top-5, com a quinta colocação, empurrando o atual campeão Bagnaia para o oitavo posto.

A 44 minutos para o fim, Pecco, por sinal, recolheu a moto. O italiano, que estava em 8º, avisou para a câmera presente na garagem da Ducati que tinha encerrado sua participação e descansaria. Com isso, foi a última vez que vimos o campeão da MotoGP em ação neste ano.

Nos últimos 40 minutos, todos os pilotos focaram em testes com muitas voltas, simulando uma corrida. Pedro Acosta, que vinha fazendo uma estreia decente, perdeu o controle na curva 2, escorregou e saiu da pista.

Acosta escapou no final da atividade em Valência (Vídeo: MotoGP)

Com meia hora restante, a Gresini fechou a garagem e anunciou o fim da presença de Marc Márquez na pista nesta terça-feira.

A 7 minutos para o fim, ainda houve espaço para Brad Binder brilhar. Primeiro, saltou para o segundo lugar, apenas 0s028 atrás de Viñales. Na segunda tentativa, escorregou na curva 5 e caiu. Com isso, o sul-africano abandonou a sessão de vez.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

MotoGP 2023, Teste pós-temporada, Valência:

1M VIÑALESAprilia1:29.253 86
2B BINDERKTM1:29.281+0.02851
3M BEZZECCHIVR461:29.346+0.09362
4M MÁRQUEZGresini Ducati1:29.424+0.17149
5R FERNÁNDEZAprilia Independent1:29.516+0.26364
6Á MÁRQUEZGresini Ducati1:29.638+0.38556
7F DI GIANNANTONIOVR461:29.662+0.40960
8E BASTIANINIDucati1:29.796+0.54356
9J MILLERKTM1:29.901+0.64862
10L MARINIHonda1:29.956+0.70372
11F BAGNAIADucati1:29.970+0.71751
12F QUARTARAROYamaha1:30.022+0.76963
13J MIRHonda1:30.051+0.79869
14A FERNÁNDEZGasGas Tech31:30.077+0.82472
15J MARTÍNPramac Ducati1:30.152+0.89951
16F MORBIDELLIPramac Ducati1:30.206+0.95369
17J ZARCOLCR Honda1:30.283+1.03061
18P ACOSTAGasGas Tech31:30.476+1.22370
19A RINSYamaha1:30.564+1.31154
20C CRUTCHLOWYamaha1:30.765+1.51274
21T NAKAGAMILCR Honda1:30.976+1.72363
22A ESPARGARÓAprilia1:32.312+3.05917
23L SAVADORIAprilia Independent1:32.684+3.43127
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.