Hamilton celebra mudança de “incrível” Marc Márquez para Ducati: “Estou ansioso”

Marc Márquez e Lewis Hamilton vão mudar de time nas suas respectivas categorias em 2025. Em entrevista no Canadá, o britânico da Fórmula 1 destacou a importância de ter um novo ambiente de trabalho e comemorou a união do espanhol com a Ducati

O esporte a motor vai ver duas grandes mudanças na temporada 2025. Na Fórmula 1, Lewis Hamilton vai sair da Mercedes depois de seis títulos conquistados para correr na Ferrari. Na MotoGP, Marc Márquez vai para a dominante Ducati em busca do sétimo título na classe rainha do Mundial de Motovelocidade.

Dois nomes vitoriosos em suas respectivas categorias vão mudar de equipes em busca de recordes e do sonhado reencontrado com o lugar mais alto do pódio. Em recente entrevista, Hamilton comentou a mudança de Márquez e ainda indicou a importância de ter uma reviravolta na carreira.

“Isso é ótimo, ele é incrível. Amo a MotoGP e estou muito empolgado pelo futuro do esporte. Ver o Márquez em uma Ducati será bem legal. A Ducati sempre foi uma grande moto”, afirmou o britânico.

“Depois de um tempo no mesmo lugar, é bom ter algo novo, um ambiente diferente, novas companhias de trabalho e desafios. E o nervosismo, todas essas coisas incertas, por exemplo”, destacou.

Lewis Hamilton comentou mudança de Marc Márquez na MotoGP (Foto: Mercedes)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Mas isso é empolgante. E é bem legal quando é bem recebido no novo local, então acho legal. Estou ansioso para vê-lo na nova moto”, finalizou o heptacampeão mundial.

Em recente entrevista, Hamilton disse que Fórmula 1 e MotoGP poderiam correr juntas no mesmo fim de semana, especialmente agora que ambas estão sob comando do Liberty Media.

A proposta de eventos compartilhados é considerada improvável a curto prazo. Unir categorias tão distintas num mesmo fim de semana também só seria possível em alguns circuitos específicos e que já atendam a MotoGP por conta da necessidade de áreas de escape amplas. Austin, que recebe a classe rainha das motos neste fim de semana, é um deles.

Além da pista estadunidense, MotoGP e F1 dividem atualmente outras quatro praças: Lusail (Catar), Silverstone (Inglaterra), Barcelona (Espanha) e Red Bull Ring (Áustria). Sepang, que recebe o GP da Malásia de MotoGP, recebeu a F1 pela última vez em 2017.

Outra questão que dificulta a logística é quanto às séries de apoio das duas classes. Moto3 Moto2 acompanham o calendário da MotoGP na íntegra. No caso de F3 F2, as etapas que mais coincidem com a F1 fazem parte da perna europeia, o que transforma a pista de Austin no destino mais provável para um evento único.

MotoGP volta a acelerar entre 28 de 30 de junho para o GP da Holanda, em Assen, com a 8ª etapa da temporada 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.