Miller bate Nakagami por 0s09 e norteia segundo treino em Valência. Mir cai e é 11º

O piloto da Pramac apareceu nos instantes finais da tarde desta sexta-feira (13) para cravar 1min30s622 e assegurar a liderança da MotoGP. Francesco Bagnaia completa o top-3, com Joan Mir só em 11º

Jack Miller mostrou a força da Ducati na tarde desta sexta-feira (13) em Valência. Já nos instantes finais do segundo treino livre, Jack Miller apareceu para destronar Takaaki Nakagami e ditar o ritmo da MotoGP no circuito Ricardo Tormo.

Líder da manhã, Nakagami passou boa parte do TL2 no topo da folha de tempos, mas nos minutos finais, já na 19ª de 29 voltas, Miller apareceu com 1min30s622 para ficar com o comando por só 0s091.

Jack Miller comandou a tarde em Valência (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Francesco Bagnaia também colocou a Desmosedici em destaque e fechou em terceiro, 0s079 melhor que Pol Espargaró, o quarto. Johann Zarco, que comandou os primeiros minutos da sessão, acabou em quinto, à frente de Andrea Dovizioso.

Confirmado como piloto de testes da Yamaha em 2021, Cal Crutchlow fechou a sessão com o sétimo tempo, 0s017 melhor que Álex Rins. Aleix Espargaró e Maverick Viñales completam um top-10 coberto por 0s440.

Líder do campeonato, Joan Mir sofreu uma queda sem maiores consequências físicas e acabou em 11º. Com 1min31s080, o espanhol foi 0s458 mais lento que o ponteiro da atividade.

Vice-líder do Mundial, Fabio Quartararo marcou 1min31s326 na melhor volta e ficou em 16º, à frente de Miguel Oliveira e Valentino Rossi. Com duas quedas, Álex Márquez foi o 19º, 0s749 mais lento que Miller.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Comunidade Valenciana, penúltima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Saiba como foi o treino livre 2 da MotoGP na Comunidade Valenciana:

Da mesma forma que aconteceu mais cedo, a sessão vespertina da MotoGP contou com pista seca. Em uma sexta-feira nublada, os termômetros mediam 19°C, com o asfalto chegando a 21°C.

Franco Morbidelli abriu a sessão na ponta da tabela, mas logo deu lugar a um Johann Zarco 0s221 melhor. A liderança francesa, porém, foi breve, já que Joan Mir virou 0s082 melhor para assumir o comando.

Com um pneu duro na dianteira e um macio na traseira, Morbidelli colou em Mir, mas os dois perderam uma posição na sequência, já que Zarco cravou 1min31s053 e assumiu o comando. Pol Espargaró subiu para quarto, à frente de Rins e Crutchlow.

Sétimo na tabela, Álex Márquez caiu na curva 2, mas escapou de lesões e logo montou na Honda para retomar a atividade.

Morbidelli seguiu imprimindo um ritmo forte, mas apesar de ir muito bem nas três primeiras parciais, perdia sempre no último setor e não conseguia melhorar. Terceiro, o ítalo-brasileiro tinha 0s072 de atraso para o líder Zarco.

Quem conseguiu avançar foi Francesco Bagnaia. O piloto da Pramac se instalou na quinta colocação, 0s111 atrás do líder. Danilo Petrucci vinha em sétimo, escoltado por Cal Crutchlow.

Depois de uma rodada de pit-stops, Jack Miller, com um par de médios, saltou para a oitava colocação, 0s183 mais lento que do Zarco. O top-10, aliás, estava separado por 0s318.

Com 1min31s063, Nakagami pulou para a segunda colocação, 0s010 mais lento que Zarco. No giro seguinte, o piloto da LCR Honda foi ainda melhor, tomando a ponta com 0s340 de margem.

Com cerca de 15 minutos para o fim da sessão, Márquez sofreu a segunda queda do dia, agora perdendo a frente na curva 4. De novo, Álex escapou se lesões maiores, mas desta vez teve de voltar aos boxes de carona.

Pouco depois, com 11 minutos para o fim da sessão, Mir caiu na curva 4, mas apesar de ter ralado bastante o macacão, percorrendo alguns longos metros escorregando na brita, o piloto de 23 anos não se machucou e logo voltou aos boxes. No momento do acidente, o espanhol tinha um pneu duro na dianteira.

Já nos minutos finais de sessão, era hora de os pneus traseiros macios entrarem em ação. Enquanto os dianteiros variavam entre médios e duros, na traseira os pilotos optaram em conjunto pela borracha mais suave e mais rápida.

Joan Mir não se machucou na queda (Foto: Reprodução)

Zarco foi o primeiro a melhorar, mas não conseguiu sair da segunda posição, apenas reduziu para 0s186 a margem de Nakagami. Mais atrás, Rins ganhou um lugar e assumiu o sexto posto, enquanto Rossi foi a 1min31s371 para ser 11º.

Pol Espargaró avançou para quarto na sequência, com Stefan Bradl assumindo a sexta colocação. Rins, então, foi a 1min30s947 e subiu para terceiro, 0s133 mais rápido do que Mir.

Dovizioso também apertou o passo e pulou para terceiro, 0s213 mais lento que Nakagami, mas logo caiu uma posição, já que Pol Espargaró tomou o segundo lugar, 0s108 mais lento que o ponteiro.

Bagnaia avançou instantes mais tarde, assumindo o segundo posto, 0s029 atrás de Nakagami. Na sequência, a outra metade da Pramac foi ainda melhor, tomando o comando com 1min30s622.

Já com o cronômetro travado, Viñales subiu para a nona colocação, 0s440 mais lento que o líder. Crutchlow também avançou e assumiu o sétimo lugar.

LEIA TAMBÉM
Mir tem primeira chance de fechar título da MotoGP em Valência. Confira matemática

MotoGP 2020, GP da Comunidade Valenciana, Ricardo Tormo, Treino livre 2:

1J MILLERPramac Ducati1:30.622 
2T NAKAGAMILCR Honda1:30.713+0.091
3F BAGNAIAPramac Ducati1:30.742+0.120
4P ESPARGARÓKTM1:30.821+0.199
5J ZARCOAvintia Ducati1:30.899+0.277
6A DOVIZIOSODucati1:30.926+0.304
7C CRUTCHLOWLCR Honda1:30.930+0.308
8A RINSSuzuki1:30.947+0.325
9A ESPARGARÓAprilia Gresini1:30.989+0.367
10M VIÑALESYamaha1:31.062+0.440
11J MIRSuzuki1:31.080+0.458
12S BRADLHonda1:31.106+0.484
13F MORBIDELLISRT Yamaha1:31.125+0.503
14D PETRUCCIDucati1:31.230+0.608
15B BINDERKTM1:31.261+0.639
16F QUARTARAROSRT Yamaha1:31.326+0.704
17M OLIVEIRATech3 KTM1:31.330+0.708
18V ROSSIYamaha1:31.371+0.749
19Á MÁRQUEZHonda1:31.371+0.749
20T RABATAvintia Ducati1:32.058+1.436
21L SAVADORIAprilia Gresini1:32.393+1.771

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube