Miller brinca e exibe sobreviseira que causou abandono em Misano nos boxes em Barcelona

Na semana passada, película causou o abandono do australiano após tampar a entrada de ar e interferir com a potência do motor Ducati

Jack Miller não deixou passar a piada. Depois de ver a participação no GP da Emília-Romanha e da Riviera de Rimini encerrada por uma sobreviseira de Fabio Quartararo, o australiano exibiu a peça nos boxes da Pramac Ducati nesta sexta-feira (25), primeiro dia de treinos para o GP da Catalunha.

Na semana passada, Miller precisou abandonar a corrida em Misano após a película do capacete do piloto da SRT Yamaha tampar a entrada de ar da Desmosedici, o que afetou a performance do motor. Assim, ainda na oitava volta, Jack teve de voltar aos boxes.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Logo de cara, a moto perdeu potência. Todo mundo ultrapassava a gente na reta”, contou Miller nesta quinta-feira. “O principal problema era na aceleração. Estava me segurando na traseira de [Iker] Lecuona e não lembro quem e aí Álex Márquez me passou por dentro nas curvas 9 e 10 e foi quando eu disse a mim mesmo: ‘Quer saber, vou me matar aqui por uma posição de merda?’”, relatou.

“Naquele ponto, achei que a moto estava explodindo. Tentei de tudo, mudei todos os mapas, a eletrônica e não era para ser”, comentou.

Miller, porém, ressaltou que não vê as sobreviseiras como um problema, desde que os pilotos escolham o momento certo para o descarte para que as películas possam ser levadas para longe pelo vento.

“Não acho que seja um problema, a menos que todo mundo se livre das sobreviseiras antes do inicio da corrida. Quando você está pilotando, elas tendem a voar, enquanto que na largada elas são claramente jogadas no chão, na pista”, indicou.

Francesco Bagnaia também não conseguiu completar a corrida de Misano na seamana passada. O italiano caiu enquanto liderava com folga e suspeita que pode ter escorregado também em uma sobreviseira. Assim, Pecco planeja levantar a questão na Comissão de Segurança, a tradicional reunião de sexta-feira entre os pilotos.

“Às vezes, quando você passa por cima de uma sobreviseira, você sente a frente travando ou a traseira escorregando um pouco. Então é algo que eu gostaria de explicar na Comissão de Segurança, pois acho que não é normal ― não pela minha queda, pois não sabemos se foi uma película ―, mas pelo que aconteceu com Jack”, falou Bagnaia. “Você pode perder uma corrida assim. Acho que os fiscais devem limpar a pista toda volta, sempre que virem uma sobreviseira no chão. Acho que eles não podem fazer isso o tempo todo, pois durante os treinos e a classificação têm pilotos por toda parte do circuito, mas talvez na corrida seja importante criar uma regra que diga que você pode remover a peça apenas em determinada parte do circuito. Assim seria mais fácil para os fiscais limparem”, sugeriu.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Catalunha, nona etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Com Dovizioso, MotoGP tem menor pontuação na liderança após sete etapas em 35 anos

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube