Miller destrona Oliveira na última volta e encabeça terceiro treino em Portimão

O australiano aproveitou a última de 18 voltas para superar o piloto da Tech3 por 0s125. Álex Rins assegurou o terceiro posto

Jack Miller manteve a Ducati na ponta no terceiro treino da MotoGP em Portimão. Depois de Johann Zarco fechar a sexta-feira no comando com uma Desmosedici desatualizada, o piloto da Pramac aproveitou a última volta na manhã deste sábado (21) para colocar a GP20 no comando da classe rainha.

Com a melhor de 18 voltas em 1min39s205, Miller tomou a liderança de Miguel Oliveira já com a bandeira quadriculada tremulando no circuito do Algarve por 0s125. Mais 0s025 atrás, Álex Rins completa o top-3.

Jack Miller foi o mais rápido nesta manhã (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Andrea Dovizioso foi 0s199 mais lento que o líder e acabou em quarto, seguido por Takaaki Nakagami. Fabio Quartararo ficou com o sexto posto, à frente de Pol Espargaró, Stefan Bradl, Franco Morbidelli e Maverick Viñales.

Em dificuldades desde o desembarque em Portugal, Valentino Rossi acabou na 20ª colocação, 1s517 mais lento que o líder dos trabalhos. O piloto de Tavullia está com dificuldade para acertar a YZR-M1 para a ocasião.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Portugal, última etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Saiba como foi o terceiro treino da MotoGP em Portimão:

O sol que aqueceu o primeiro dia de atividades no Algarve voltou a se fazer presente na manhã deste sábado. Antes do terceiro treino da MotoGP, os termômetros mediam 19°C em Portimão, com o vento soprando a uma velocidade de 6 km/h.

Com base nos treinos de sexta-feira, Johann Zarco, Maverick Viñales, Aleix Espargaró, Fabio Quartararo, Brad Binder, Joan Mir, Andrea Dovizioso, Jack Miller e Franco Morbidelli eram os pilotos provisoriamente com passe direto para a fase final da classificação desta tarde.

Com 1min41s896, Viñales abriu o TL3 na liderança, 0s326 à frente de Miguel Oliveira. Na passagem seguinte, Pol Espargaró tomou o comando, com Danilo Petrucci e Jack Miller aparecendo para formar o top-3 em Portimão.

O catalão, porém, mal ficou na liderança, já que Quartararo foi 0s134 melhor e assumiu o comando. Líder da sexta-feira, Zarco vinha em quinto, 0s863 atrás do ponteiro.

Dono da casa, Oliveira foi a 1min40s791 e se instalou na primeira colocação, logo melhorando o tempo de volta. Ainda assim, o piloto da Tech3 não manteve a primeira posição, já que Takaaki Nakagami apareceu 0s106 mais rápido. Andrea Dovizioso era agora o terceiro.

A liderança de ‘Taka’ tampouco foi longa. Logo depois, Stefan Bradl anotou 1min40s513 e tomou a ponta por 0s105, mas o troco do japonês foi quase que imediato, recuperando o topo da tabela de tempos com 1min40s485.

No início do segundo terço da sessão, Pol Espargaró deu uma boa errada na curva 7 enquanto vinha em volta rápida e saiu bastante da pista. O piloto da KTM, contudo, conseguiu evitar a queda e voltar para a pista.

Rodando com um pneu médio na frente e um duro atrás, Oliveira foi a 1min40s290 para assumir a liderança da sessão, 0s195 mais rápido do que Nakagami. Bradl era o terceiro, escoltado por Zarco e Pol Espargaró.

Competitivo em todas as sessões, Aleix Espargaró foi a 1min40s382 e assumiu o segundo lugar, 0s092 mais lento que Oliveira. Pouco depois, Nakagami foi o primeiro a chegar em 1min39s, recuperando a liderança com 0s486 de frente. O piloto da LCR Honda já calçava um macio traseiro, assim como muitos dos rivais.

Com um par de macios, Jack Miller foi o piloto seguinte a liderar a sessão. Com 1min39s414, o australiano se instalou na ponta, 0s162 melhor que Oliveira. Pouco depois, Quartararo tomou o segundo posto, reduzindo a vantagem do piloto da Pramac para 0s066.

Mais atrás, Morbidelli subiu para o sexto posto, seguido por Álex Rins e Álex Márquez. Cal Crutchlow e Aleix Espargaró tinham as últimas duas posições do top-10.

Assim como ontem, Valentino Rossi não vinha bem. Com pouco mais de seis minutos para o fim, o italiano aparecia só em 18º, 1s824 mais lento que o líder.

Pouco depois, Joan Mir avançou para a décima colocação, 0s854 mais lento que Miller em Portimão. Rins também tinha sido mais rápido e era o quarto posicionado na folha de tempos.

Na reta final da sessão, Miguel Oliveira passou em 1min39s372 e recuperou o tomando, só 0s039 melhor que Nakagami, que subiu para segundo. Miller era o terceiro, à frente de Quartararo e Bradl.

Rins, então, superou o piloto da casa por 0s017, mas o troco veio rápido, com Miguel recuperando a liderança ao receber a bandeirada com 1min39s330. Miller, porém, vinha em volta rápida e acabou roubando a ponta por 0s125 de diferença.

O piloto da moto #42 acabou sem combustível e foi pedir carona na beira da pista. O já tradicional ‘serviço de táxi’ de Miller, contudo, não estava disponível em Portimão, forçando o piloto da Suzuki a procurar outra alternativa.

LEIA TAMBÉM:
Rins oscila, demora a engrenar e perde chance única de ser campeão em 2020
Ofuscado em 2019, Morbidelli vira jogo e chega ao fim de 2020 melhor que Quartararo

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

MotoGP 2020, GP de Portugal, Portimão, treino livre 3

1J MILLERPramac Ducati1:39.205 
2M OLIVEIRATech3 KTM1:39.330+0.125
3A RINSSuzuki1:39.355+0.150
4A DOVIZIOSODucati1:39.404+0.199
5T NAKAGAMILCR Honda1:39.411+0.206
6F QUARTARAROSRT Yamaha1:39.480+0.275
7P ESPARGARÓKTM1:39.513+0.308
8S BRADLHonda1:39.569+0.364
9F MORBIDELLISRT Yamaha1:39.619+0.414
10M VIÑALESYamaha1:39.693+0.488
11C CRUTCHLOWLCR Honda1:39.717+0.512
12A ESPARGARÓAprilia Gresini1:39.732+0.527
13J ZARCOAvintia Ducati1:39.801+0.596
14L SAVADORIAprilia Gresini1:39.934+0.729
15J MIRSuzuki1:39.951+0.746
16A MÁRQUEZHonda1:40.005+0.800
17B BINDERKTM1:40.030+0.825
18F BAGNAIAPramac Ducati1:40.448+1.154
19D PETRUCCIDucati1:40.484+1.279
20V ROSSIYamaha1:40.722+1.517
21T RABATAvintia Ducati1:41.992+2.787
22M KALLIOTech3 KTM1:42.468+3.263

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube