Mir descarta ordens de equipe na Suzuki enquanto Rins ainda tiver chance de título

Agora líder da MotoGP, o espanhol destacou que não vai modificar a maneira de ver as corridas por conta da posição na tabela do campeonato

Joan Mir descartou contar com ordens de equipe enquanto Álex Rins estiver vivo na briga pelo título da MotoGP. O piloto de 23 anos considerou que não faz sentido falar sobre isso enquanto o companheiro de Suzuki tem apenas 36 pontos de atraso na classificação.

Restando apenas quatro provas para o fim da temporada 2020 ― e cem pontos ainda em disputa ―, as ordens de equipe foram tema dos debates de quinta-feira (23), mas Mir deixou claro que, ao menos por enquanto, não espera contar com a ajuda de Rins.

Joan Mir tem seis pontos de vantagem na classificação da MotoGP (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Álex ainda tem chance de conquistar o título”, disse Mir. “Quando não tiver mais chance de vencer o título, aí acho que pode ser uma boa conversar sobre isso”, seguiu.

“Mas no momento, não faz sentido falar sobre isso, pois Álex também está fazendo um grande trabalho e não é justo dar ordens de equipe se ele ainda tem chance”, ponderou. “Provavelmente, vamos continuar assim e, quando ele não tiver mais possibilidades, acho que Davide [Brivio, chefe da Suzuki] vai falar com os dois pilotos. Acho que será assim, mas não sei”, comentou.

Líder da MotoGP desde o último fim de semana, Joan procurou manter os pés no chão e descartou modificar a abordagem das corridas.

“Sou o mesmo de antes. A única coisa é que na coletiva de imprensa oficial, eu sento no meio”, afirmou. “Isso não vai mudar a maneira como encaro as corridas. Seria um grande erro se eu mudasse alguma coisa agora”, avaliou.

Questionado sobre o principal rival na briga pelo título, Mir respondeu: “Todos eles. Não quero dizer um, porque se um de nós faz um fim de semana super bom, pode fazer diferença para ser o vencedor”.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Teruel, 12ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Da rejeição ao conto de fadas: Álex Márquez cala críticos e mostra a que veio na MotoGP
FIM precisa de penas mais duras se quiser recuperar controle dos pilotos da Moto3
Morreu e foi substituída? Como Yamaha perde desempenho fácil e fracassa em Aragão
Contágio de Rossi e mais casos de Covid-19: como alerta vermelho já soa na MotoGP

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube