MotoGP impõe confinamento de até um mês no Catar para combater Covid-19

A MotoGP pretende realizar pré-temporada e dois GPs no Catar para abrir seu 2021. As atividades forçam longa estadia e, por consequência, esforços redobrados contra a Covid-19

O 2021 da MotoGP vai começar com medidas pesadas para contornar a pandemia da Covid-19. De acordo com o site Motorsport.com, a realização de uma série de atividades no autódromo de Losail, no Catar, implica em restrição de movimento e confinamento por período de até um mês.

São três eventos em Losail: a pré-temporada da MotoGP, o GP do Catar e o GP de Doha. Os primeiros funcionários começam a chegar para testes em 4 de março, enquanto o segundo GP só acontece em 4 de abril. Mesmo com dias livres ao longo do mês, a MotoGP determinou que não haverá qualquer folga no sistema de bolhas, da mesma forma que se viu na temporada da NBA e no Australian Open.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A MotoGP será mais cuidadosa com a Covid-19 (Foto: Red Bull Content Pool)

A MotoGP já tinha sistema de bolhas em 2020, com membros do paddock forçados a sempre ficar com o mesmo grupo de pessoas. Entretanto, não havia controle sobre isso nos dias entre GPs. É isso que muda, com esse controle agora sendo permanente na estadia no Catar.

De resto, muitos dos protocolos vigentes na temporada passada seguem válidos na vindoura, como a necessidade de apresentar teste negativo para Covid-19 múltiplas vezes ao longo de um fim de semana de GP.

Os GPs no Catar serão os primeiros da MotoGP fora da Europa desde novembro de 2019. Ao contrário do visto na Fórmula 1, o certame não se atreveu nem mesmo a ir ao Oriente Médio em 2020. Isso ajudou o Mundial de Motovelocidade a controlar infecções, com o caso mais notório sendo o teste positivo de Valentino Rossi em outubro passado.

Mesmo com tantas medidas e cuidados, ainda não é nem certo se a MotoGP vai de fato ao Catar. A categoria segue analisando os números de infecções e considera adiar as corridas no Oriente Médio, começando a temporada já com o GP de Portugal, em Portimão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube