Nakagami credita “erro estúpido” no GP de Teruel a excesso de pressão externa

O japonês lamentou a queda na primeira volta da prova no MotorLand, afirmando não ter conseguido lidar bem com a pressão e com os sentimentos

Takaaki Nakagami ainda não conseguiu digerir o erro cometido no início do GP de Teruel. Após levar uma queda ainda na primeira volta, o japonês reconheceu que foi um erro estúpido e creditou o acidente a toda pressão sofrida antes da prova.

O competidor da LCR mostrou grande ritmo durante a passagem pelo MotorLand. Na classificação, garantiu a primeira pole-position na MotoGP, sendo apontado como o favorito a conseguir a vitória no circuito espanhol. Entretanto, ainda nos primeiros metros, acabou no chão e viu a chance do primeiro triunfo ir embora.

“Foi uma pena. Cometi um erro que me custou demais. Estou realmente decepcionado. Tentei maximizar o desempenho após a largada e estava muito rápido. Foi isso. Ainda não acredito que cometi esse erro, estou decepcionado comigo mesmo. Mas, felizmente, estou bem e sem lesões”, apontou.

O momento da queda de Nakagami em Teruel

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Antes da corrida foi a primeira vez que senti uma incrível pressão vinda de fora e não consegui lidar. Essa foi a razão de ter cometido esse erro estúpido. Tenho de aprender com isso para o futuro”, continuou o piloto de 28 anos.

“Sabia que Franco [Morbidelli] estava atrás de mim e por isso tive de fechar a porta na curva 1 e todas as curvas – tentei salvar a posição. Mas perdi a linha e foi um erro fácil de cometer. Não consegui controlar muito bem e até mesmo eu fiquei surpreso com a queda naquela curva, pois em todos os treinos não tive essa sensação. Mas na corrida, talvez estivesse muito nervoso, ou talvez não consegui controlar meus sentimentos”, concluiu.

Na última semana, Nakagami renovou o contrato com a LCR pelas próximas temporadas, além de ter garantido o direito de uma RC213V de fábrica. Na classificação deste ano, aparece na sétima colocação, sendo o melhor piloto da Honda na tabela.

Quem venceu o GP de Teruel foi Franco Morbidelli de ponta a ponta, o segundo triunfo da temporada. O ítalo-brasileiro chegou a brincar que comeu dinamite no café da manhã.

LEIA TAMBÉM
MotoGP nega impacto de maiores restrições por Covid-19 e vê fim da temporada seguro

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube