Navarro ponteia primeiro dia de treinos do GP da Comunidade Valenciana da Moto2

Com o tempo de 1min35s855 ainda no primeiro treino livre do dia, Navarro tratou de ser o mais rápido em Valência. Luca Marini e Fabio Di Giannantonio completaram o top-3

Jorge Navarro foi o mais rápido dos primeiros treinos livres do GP da Comunidade Valenciana da Moto2. Nesta sexta-feira (13), nos treinos combinados, o espanhol anotou 1min34s855 e ficou com o primeiro posto da tabela.

O competidor da Speed Up fez sua melhor volta ainda na primeira sessão em Valência, não sendo superado no TL2. Apenas 0s025 mais lento, Luca Marini ficou com o segundo posto. Fabio Di Giannanantonio completou o top-3.

Jorge Navarro comandou a Moto2 na sexta-feira (Foto: Speed Up)

Logo na sequência do trio veio o vice-líder da classificação Sam Lowes, com Marcel Schrötter, com marca 0s149 inferior ao do ponteiro, para completar os cinco mais velozes do primeiro dia de atividades no Ricardo Tormo.

Ao fazer 1min35s012 em sua penúltima volta do segundo treino, Enea Bastianini, atual líder da classificação, ficou a 0s157 de Navarro e encerrou a sexta-feira com a sexta posição da tabela. O italiano ainda caiu na sessão da tarde, mas saiu ileso.

Com a marca de 1min35s431, Thomas Lüthi foi o primeiro piloto a pontear a sessão da parte da manhã da Moto2. Entretanto, Bo Bendsneyder tratou de anotar 1min35s356 para saltar para a primeira colocação, apenas 0s018 mais veloz que Fabio Giannantonio, o segundo.

Ainda nos primeiros instantes de atividade no circuito Ricardo Tormo, Andi Izdihar foi o primeiro competidor a ir ao chão. O piloto acabou caindo na curva 11, mas logo se colocou de pé e saiu sem grandes problemas do incidente.

Com pouco mais de dez minutos de treino já completados, Sam Lowes, primeiro colocado, e Simone Corsi, o 20º, estavam separados por apenas 0s995, portanto, todos os 20 competidores estavam dentro do mesmo segundo.

Na reta final, Jorge Navarro era o novo líder do treino com 1min34s855, 0s102 mais veloz que Lowes. Hector Garzó vinha em terceiro, com o líder da classificação Enea Bastianini na sequência. Marcel Schrötter completou os cinco primeiros colocados.

A bandeira quadriculada trouxe poucas mudanças na ordem da tabela. O espanhol da Speed Up seguiu na ponta, com Luca Marini pulando para segundo e Di Giannantonio se colocou em terceiro, fechando a ordem dos três mais velozes da sessão matutina.

Iniciada a última sessão de treinos da sexta-feira, os pilotos da Moto2 logo deixaram os boxes assim que o cronômetro começou a rodar. Após rodízio inicial na primeira colocação, foi Di Giannantonio quem se estabeleceu na ponta com 1min35s143.

Ainda nos minutos iniciais, o líder da classificação, e piloto que pode lacrar o campeonato já neste final de semana, Bastianini levou uma queda na curva 6. Mas apesar do susto, logo se colocou de pé e de volta em cima da moto, retomando o treino.

Nos treinos combinados, restando 22 minutos para a bandeira quadriculada, Navarro era o líder, com Luca Marini, Di Giannantonio, Lowes, Schrötter, Garzó, Arón Canet, Lorenzo Baldassarri, Stefano Manzi, Jorge Martín, Bastianini, Lüthi, Marco Bezzecchi e Bendsneyder garantiam as vagas provisórias ao Q2.

Na ordem das posições do treino corrente, Lowes assumiu a primeira posição ao virar 1min35s050. Apenas 0s025 mais lento que o inglês vinha Schrötter. Entre o primeiro e o sétimo, Navarro, apenas 0s177 os separavam.

LEIA TAMBÉM
Mir tem primeira chance de fechar título da MotoGP em Valência. Confira matemática

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube