Petrucci vê Miller “com um pé na Ducati” e rejeita disputa por vaga com Dovizioso

Sem contrato para 2021, Danilo Petrucci afirmou que não quer disputar uma vaga com Andrea Dovizioso. O #9, porém, deu indícios de que Jack Miller já está acertado com a Ducati para o próximo ano

Danilo Petrucci segue com o futuro indefinido na MotoGP. No último ano de seu contrato e sem a chance de mostrar performance, o #9 já sente a ameaça de Jack Miller, mas deixa claro que não quer disputar uma vaga com Andrea Dovizioso.
 
Em entrevista aos jornalistas Manuel Pecino, Mat Oxley e Franco Bobbiese em um programa no YouTube, Petrucci afirmou que o australiano está “com um pé” na Ducati. Miller defende a Pramac, mas é contratado direto pela fábrica de Borgo Panigale. 
 
No ano passado, Petrucci conseguiu, no GP da Itália, sua primeira vitória na MotoGP, mas, na segunda metade do campeonato, teve uma performance bastante mais apagada. No fim, fechou o Mundial com o sexto lugar, 244 pontos atrás de Marc Márquez, o campeão.
Danilo Petrucci e Andrea Dovizioso (Foto: Ducati)
Paddockast #61
VETTEL: ACERTOS, ERROS E… AZAR NA FERRARI

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Assim como Danilo, Miller tem uma vitória no currículo da MotoGP, conquistada em 2016, na Holanda, ainda com a Honda da Marc VDS. No ano passado, o #43 fechou o campeonato em oitavo, com 165 pontos, 11 a menos que o #9.
 
“Acho que Miller já está com um pé na Ducati. Não tem nada oficial, mas é o que eles dizem”, disse Danilo. “Provavelmente, agora eles têm de escolher entre mim e Andrea Dovizioso para o segundo lugar. Nada foi definido ainda, mas parece ser assim”, seguiu.
 
Petrucci, porém, não quer a pressão de disputar uma vaga com Dovizioso. Vice-campeão da MotoGP nos últimos três anos, o #4 tem uma incomum postura com o companheiro de equipe, dando dicas e ajudando no preparo do italiano de Terni
 
“Não quero uma competição entre Dovi e eu. Está claro que todos pensam nas corridas, mas, fora da pista, temos uma relação excelente. Já estamos em competição, não quero que tenha nenhuma pressão externa”, frisou.
 
Por fim, Danilo considerou que já provou que é capaz de vencer na MotoGP, mas admitiu que já recebeu ofertas do Mundial de Superbike. Muitos rumores apontam para uma transferência do italiano para a série das motos de produção para formar dupla com Scott Redding no time oficial da Ducati. 
 
“Em 2019, mostrei que posso vencer na MotoGP e a Ducati me conhece desde 2015, sabe o meu valor. Está claro que este ano terei de fazer meu melhor para tentar ser competitivo. Minha meta é ficar com a Ducati por um longo tempo, mas isso não depende só de mim…”, reconheceu. “No passado, mais de uma vez, me ofereceram um lugar na Superbike. Mas eu mostrei que posso vencer na MotoGP. Não sei se estou pronto para lutar pelo título, mas estou convencido de que posso me sair bem. Prefiro ficar na MotoGP. Não terminei meu trabalho aqui ainda”, concluiu.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube