Raúl Fernández vence GP das Américas e incendeia Moto2 com abandono de Gardner

O dia foi ideal para Raúl Fernández desde a largada. Em Austin, o espanhol venceu a terceira prova consecutiva, viu Remy Gardner abandonar e se aproximou do rival na briga pelo título da Moto2. Fabio Di Giannantonio e Marco Bezzecchi completaram o pódio

O dia foi perfeito para Raúl Fernández desde o momento que as motos largaram no GP das Américas, em Austin. De ponta a ponta, o espanhol apenas controlou o pelotão neste domingo (3), dominou mais uma etapa e venceu para entrar de vez na briga pelo título da Moto2.

Na largada, Fernández partiu bem e viu o rival Remy Gardner se enrolar com outros pilotos. Com isso, abriu vantagem na liderança. Para ter mais sorte, o líder do campeonato caiu durante a prova e abandonou, o que fez a diferença na ponta cair para apenas 9 pontos.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Raúl Fernández dominou o GP das Américas e venceu a terceira seguida (Foto: Red Bull KTM Ajo)

VEJA TAMBÉM
Limite de idade e até mais potência: pilotos dão ideias para combater mortes de crianças

Fabio Di Giannantonio bem que tentou se aproximar do piloto da Red Bull KTM Ajo, mas não conseguiu e terminou na segunda posição. Marco Bezzecchi, discreto durante a prova, fechou o pódio na terceira colocação.

Augusto Fernández foi o quarto, seguido por Cameron Beaubier e Tony Arbolino. Ai Ogura ficou em sétimo, com Xavi Vierge, Marcos Ramírez e Jake Dixon completando o top-10 no Circuito das Américas.

A Moto2 volta às pistas em 23 de outubro para o GP do Feito na Itália e da Emília Romanha. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Saiba como foi o GP das Américas de Moto2:

Na esteira do tumulto que foi a corrida da Moto3, a Moto2 entrou na pista para uma tarde de sol e calor. Os termômetros mediam 30°C, com o asfalto chegando a 39°C. A umidade relativa do ar estava em 51%.

Para este fim de semana, a maioria dos pilotos optou pelo pneu dianteiro mais duro disponível, mas Tony Arbolino, Jorge Navarro e Fermi Aldeguer escolheram a borracha macia. Na traseira, todos escolherem o pneu mais mole.

Na hora da largada, Raúl Fernández sustentou a liderança após uma boa saída, mas ainda nos primeiros metros foi superado por Remy Gardner. Correndo em casa, Cameron Beaubier subiu para terceiro.

A largada da Moto2 em Austin (Vídeo: MotoGP)

Pouco depois, Raúl retomou o comando, diante de Gardner, Fabio Di Giannantonio, Marco Bezzecchi e Beaubier. O norte-americano reagiu logo em seguida, tomando a quarta colocação do piloto da VR46.

No início da volta 2, Beaubier atacou duplamente, mas foi Di Giannantonio quem ficou com o segundo posto, diante do piloto da American e de Gardner.

Cameron insistiu e voltou ao segundo posto, mas foi superado por Di Giannantonio na curva 12 e, depois, por Gardner, caindo para quarto.

Enquanto a disputa se mantinha quente atrás, Fernández conseguiu escapar, abrindo mais de 1s de vantagem na ponta da tabela.

Di Giannatonio começou a remar para tentar chegar em Raúl, mas errou na curva 15, saiu da trajetória e caiu para quarto, atrás de Gardner e Beaubier. Assim, o ponteiro voltou a passar de 1s de vantagem.

Na volta 4, Tom Lüthi caiu na curva 19 e precisou de alguns segundos na área de escape para retomar o fôlego em um ponto de alta velocidade.

Beaubier atacou Gardner logo nas primeiras voltas (Vídeo: MotoGP)

Ainda nesta volta, Beaubier usou o vácuo da reta e a freada da curva 1 e tomou o segundo lugar de Gardner, mas levou o troco pouco depois. Líder, Fernández seguia cerca de 1s à frente.

Depois de um início de disputa vigoroso, Beaubier perdeu a frente na 11 e se afastou um pouco de Remy. Di Giannantonio, então, tomou o terceiro lugar, com Bezzecchi vindo em seguida para ser o quarto colocado.

Na volta 6, um momento que vai esquentar o campeonato da Moto2: Remy Gardner caiu na curva 15, mas não se machucou e logo subiu na moto para tentar voltar. Apesar da insistência, o filho de Wayne não conseguiu retornar para a disputa.

Remy Gardner caiu e abandonou a corrida (Vídeo: MotoGP)

Sem o australiano, Raúl abriu 2s1 de margem na ponta para Di Giannantonio. Bezzecchi era o terceiro, seguido por Beaubier e Tony Arbolino, que pressionava o norte-americano.

Com nove voltas para o fim, Sam Lowes precisou abandonar a corrida por causa de um problema com a moto da Marc VDS.

Enquanto isso, Raúl tinha respondido à tentativa de aproximação de Di Giannantonio e aberto mais de 2s4 de vantagem. Bezzecchi seguia em terceiro, mas isolado. Beaubier era o quarto, mas pressionado por Augusto Fernández, que tinha passado e se afastado de Tony Arbolino.

Com sete voltas para o fim, Augusto Fernández tomou a quarta colocação aproveitando uma espalhada de Beaubier. Na curva 20, Albert Arenas caiu e deu muita sorte por não ter sido atingido por alguém que vinha atrás.

Raúl Fernández igualou o número de vitórias de Marc Márquez na temporada de estreia na Moto2 (Vídeo: MotoGP)

Nas voltas finais no Texas, o grande atrativo era a tentativa de Beaubier de avançar na tabela. Quinto, o piloto da casa tentava pressionar Augusto Fernández pela quarta colocação. Os dois estavam afastados por 0s342 com cinco giros para o fim.

No 15º giro, Celestino Vietti aumentou a lista de abandonos com uma queda na curva 2. O italiano deu uma sequência de piruetas na brita, mas levantou sozinho para deixar a pista.

As voltas finais não viram muita ação. Na bandeirada, Raúl venceu com 1s734 de vantagem para Di Giannantonio, com Bezzecchi completando o pódio.

Moto2 2021, GP das Américas, Austin, Corrida:

1R FERNÁNDEZRed Bull KTM Ajo Kalex39:10.52118 voltas
2F DI GIANNANTONIOGresini Kalex+1.734 
3M BEZZECCHIVR46 Kalex+3.100 
4A FERNÁNDEZMarc VDS Kalex+4.061 
5C BEAUBIERAmerican Kalex+5.381 
6T ARBOLINOIntact Kalex+7.577 
7A OGURATeam Asia+11.087 
8X VIERGESRT Kalex+14.949 
9M RAMÍREZAmerican Kalex+16.051 
10J DIXONSRT Kalex+18.278 
11A CANETAspar Team+20.679 
12J NAVARROSpeed UP+22.738 
13S CORSIForward MV Agusta+22.913 
14S CHANTRATeam Asia+23.108 
15B BENDSNEYDERPertamina SAG Team+23.247 
16T NAGASHIMAItaltrans Kalex+27.006 
17B BALTUSNTS RW Racing GP+28.086 
18J ROBERTSAmerican Kalex+32.719 
19S MANZIFlexbox HP40 Kalex+37.542 
20H SYAHRINNTS RW Racing GP+39.658 
21F ALDEGUERSpeed UP+40.685 
22L BALDASSARIForward MV Agusta+47.168 
23C VIETTIVR46 KalexAbandonou 
24M SCHROTTERIntact KalexAbandonou 
25A ARENASAspar TeamAbandonou 
26H GARZÓFlexbox HP40 KalexAbandonou 
27S LOWESMarc VDS KalexAbandonou 
28R GARDNERRed Bull KTM Ajo KalexAbandonou 
29T LÜTHIPertamina SAG TeamAbandonou 
30N BULEGAGresini KalexNão largou 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar