Roberts surpreende e lidera o primeiro dia de treinos da Moto2 no Catar

Americano apareceu nos últimos dois minutos da sessão para superar Bezzecchi. Luthi cai duas vezes e Gardner tem acidente assustador

A Moto2 começou oficialmente nesta sexta-feira. E com as motos acelerando em Losail, no Catar. Joe Roberts foi a grande surpresa do dia, marcando o melhor tempo e liderando o combinado das duas sessões de treinos livres.
 
No primeiro, o domínio ficou com Tom Luthi, mas as coisas não ficaram boas para o suíço depois, com duas quedas no TL2.
 
Na segunda sessão, o equilíbrio e as constantes mudanças de posição foram predominantes. Joe Roberts, porém, apareceu nos minutos finais para marcar 1min58s421, o melhor tempo da sexta-feira. O americano, com essa marca, ainda alcançou o novo recorde da pista do Catar.
 
Marco Bezzecchi registrou 1min58s669 nos segundos finais e terminou na segunda posição, acompanhado pelo companheiro de equipe Luca Marini. Nagashima, que liderou parte do TL2, ficou em quarto, enquanto Vierge completou o top-5.
 
Entre os pilotos que, nos tempos combinados, alcançariam o Q2 deste sábado ainda aparecem Fernández, Bendsneyder, Bastianini, Bulega, Martín, Luthi, Navarro, Schrotter e o estreante Canet.
 
Paddockast #51
QUEM VENCEU DRIVE TO SURVIVE 2

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Veja como foram os primeiros treinos da Moto2 em Losail:
 
TREINO LIVRE 1
 
O primeiro treino do dia começou sob o sol do Catar e com os pilotos saindo imediatamente para a pista. Xavi Vierge foi o primeiro a se destacar, mas negativamente, quando sua moto perdeu a frente e caiu na curva 6.
 
Com 1min59s353, Bezzecchi foi o primeiro a liderar a sessão por um bom tempo, seguido por Di Giannantonio e Navarro. Minutos depois, porém, Luca Marini fez 1min59s301 para assumir a ponta.
 
Restando 24 minutos para o fim da sessão, Jorge Navarro foi mais uma vítima da curva 6, mas o espanhol perdeu controle da parte traseira da moto e foi ao chão. O tombo fez com que a maioria dos pilotos fosse para os boxes.
 
Thomas Luthi saiu dos pits e, faltando 10 minutos para o fim do treino, marcou 1:59.168, assumindo a liderança, seguido por Remy Gardner. O australiano, no entanto, rapidamente foi superado por Augusto Fernández. O estreante Aron Canet foi bem em seu primeiro treino na Moto2, figurando entre os cinco primeiros por alguns minutos.
 
No último minuto, foi a vez de Lorenzo Baldassari cair em sua última tentativa. Enquanto isso, vários pilotos aceleravam em suas últimas voltas. Luthi manteve a melhor volta do TL1, seguido por Jorge Martín, Aron Canet, Augusto Fernández e Joe Roberts completando o top-5.
Joe Roberts (Foto: Reprodução/Facebook)
TREINO LIVRE 2
 
Já sob as luzes artificiais de Losail, os pilotos da Moto2 partiram para o segundo treino livre do dia.
 
Líder da primeira sessão, Luthi iniciou a noite no Catar com problemas, caindo na curva 14. O piloto, felizmente, saiu andando sozinho. Na frente, Nagashima ditou o ritmo inicial, com 1min59s081, seguido por Marini.
 
A ponta, no entanto, durou pouco. Augusto Fernández subiu para o primeiro lugar com o tempo de 1min59s074, também mais rápido do que o melhor tempo da tarde.
 
Na metade do treino livre, como de praxe, os pilotos se recolheram para os boxes. Bo Bendsneyder foi um dos poucos a se manter na pista, mas por pouco tempo.
 
A sete minutos do fim, Marco Bezzecchi subiu para a terceira posição. 
 
Remy Gardner se acidentou e caiu de maneira assustadora ao sair da curva 1. O australiano perdeu o controle da moto, bateu com o capacete no painel e quase teve o próprio pé atropelado pelo equipamento. Apesar da força do impacto, ele se levantou com ajuda dos fiscais e andou normalmente para fora da pista.
 
Restando três minutos para o término, Luca Marini se aproveitou do vácuo para assumir a liderança, mas por pouco tempo. Joe Roberts rapidamente assumiu a ponta: 1min58s421. O tempo do americano, inclusive, é o novo recorde da classe intermediária do Mundial em Losail.
 
Como se não pudesse piorar, Luthi voltou a cair no último minuto do treino, dessa vez na curva 2. O piloto novamente saiu andando sem problemas.
 
Bezzecchi ainda melhorou para o segundo lugar, mas Roberts ficou em primeiro, sem ser incomodado. Marini, Nagashima e Vierge fecharam o top-5.

Moto2 2020, GP do Catar, Losail, Treinos livres:
 

1 J ROBERTS American Kalex 1:58.421  
2 M BEZZECCHI VR46 Kalex 1:58.669 +0.248
3 L MARINI VR46 Kalex 1:58.759 +0.338
4 T NAGASHIMA Red Bull KTM Ajo Kalex 1:58.921 +0.500
5 X VIERGE SIC Kalex 1:59.059 +0.638
6 A FERNÁNDEZ Marc VDS Kalex 1:59.074 +0.653
7 B BENDSNEYDER RW NTS 1:59.089 +0.668
8 E BASTIANINI Italtrans Kalex 1:59.114 +0.693
9 N BULEGA Gresini Kalex 1:59.136 +0.715
10 J MARTÍN Red Bull KTM Ajo Kalex 1:59.148 +0.727
11 T LÜTHI Intact Kalex 1:59.168 +0.747
12 J NAVARRO Speed UP 1:59.189 +0.768
13 M SCHROTTER Intact Kalex 1:59.198 +0.777
14 A CANET Aspar Speed Up 1:59.215 +0.794
15 L BALDASSARRI PONS Kalex 1:59.237 +0.816
16 R GARDNER SAG Kalex 1:59.277 +0.856
17 F DI GIANNANTONIO Speed UP 1:59.284 +0.863
18 S CHANTRA Team Tady Kalex 1:59.290 +0.869
19 E PONS Gresini Kalex 1:59.486 +1.065
20 S LOWES Marc VDS Kalex 1:59.561  
21 J DIXON SIC Kalex 1:59.641 +1.220
22 M RAMÍREZ American Kalex 1:59.709 +1.288
23 S CORSI Forward MV Agusta 1:59.839 +1.418
24 H GARZÓ PONS Kalex 2:00.020 +1.599
25 S MANZI Forward MV Agusta 2:00.126 +1.705
26 J RAFFIN NTS RW 2:00.181 +1.760
27 H SYAHRIN Aspar Speed Up 2:00.228 +1.807
28 L DALLA PORTA Italtrans Kalex 2:00.804 +2.383
29 F IZDIHAR Team Tady Kalex 2:01.082 +2.661
30 K BIN KASMAYUDIN SAG Kalex 2:02.886 +4.465
         
REC T LÜTHI interwetten Suter 1:58.711 163.1km/h
MV J ROBERTS American Kalex 1:58.421 163.5 km/h

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube