Rossi aponta “clima mais fresco” como fator de imprevisibilidade para GP da Áustria

O italiano ainda disse esperar conseguir repetir o bom resultado conquistado em 2019, quando terminou na quarta colocação

LEIA TAMBÉM
Zarco faz currículo à la Elle Woods e amplia disputa por vaga de Dovizioso na Ducati

Valentino Rossi espera um GP da Áustria da MotoGP com cenário bastante diferente das três primeiras etapas do calendário. O italiano destacou o clima mais ameno no Red Bull Ring, sendo difícil fazer qualquer previsão para a disputa do fim de semana.

A previsão do tempo para a Estíria promete ser distinta das passagens pela Espanha e Tchéquia, onde o calor reinou. Entre sexta-feira e domingo, a média de temperatura é de 24ºC de máxima e 15ºC de mínima – o GP da Andaluzia chegou a bater 40ºC. Ainda, há chances de chuva com 70% de probabilidade no dia da classificação e 50% na corrida.

Valentino Rossi (Foto: Yamaha)

“Com certeza a atmosfera na Áustria vai ser muito diferente das primeiras três corridas, pois parece que vai ser muito mais fresco do que esteve na Espanha e Brno. Isso pode trazer vantagens e desvantagens, mas, de qualquer maneira, para nós é muito importante ser competitivo aqui também. Vamos tentar nosso melhor”, disse o italiano de 41 anos.

Valentino ainda relembrou a positiva passagem por Spielberg em 2019, quando saiu com 13 pontos no bolso. “No ano passado, Áustria foi uma boa corrida. Larguei da quarta fila e terminei em quarto, não tão distante de Quartararo, que estava no pódio. Fui capaz de terminar na frente de Maverick e Rins, então não foi ruim. Mas a cada ano é uma história diferente”, concluiu o Doutor.

A segunda etapa da temporada 2020 teve Rossi de volta ao pódio. O multicampeão terminou na terceira colocação, deixando o abandono da primeira corrida para trás. Com 27 pontos somados, aparece na sétima posição da classificação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar