Rossi diz que nunca questionou se correria até os 40 e defende: “Importante é permanecer competitivo”

Valentino Rossi afirmou que nunca questionou se correria até os 40 anos, mas reconheceu que não pensou que fosse correr por tanto tempo. Italiano ressaltou, no entanto, que o mais importante é se manter competitivo

Valentino Rossi não está preocupado com a chegada dos 40. Às vésperas de completar mais uma primavera, o #46 contou que nunca se perguntou se seguiria competindo com 40 anos, mas frisou que o que considera mais importante é se manter competitivo.
 
Em entrevista à rádio italiana Deejay, Rossi contou que o pensamento de correr com 40 anos passou pela sua cabeça no momento em que ele assinou um novo contrato de dois anos com a Yamaha, mas não era algo que o acompanhava.
Valentino Rossi afirmou que não pensava se correria até os 40 anos (Foto: Divulgação/MotoGP)
“Desnecessário dizer que jamais pensei que fosse correr por tanto tempo”, disse Rossi, que vai disputar sua 24ª temporada no Mundial de Motovelocidade ― 18ª na MotoGP ― em 2019. “Mas eu nunca me perguntei se correria até os 40, porque sempre foi o meu sonho ser um motociclista”, seguiu. 
 
“Talvez outros façam isso no futuro, mas o importante é permanecer competitivo”, considerou. “Quando assinei em março de 2018, eu pensei que o contrato bienal me levaria a correr com 40 anos, esse pensamento estava lá. Mas estou convencido de que, se pudermos melhorar a moto, posso ser forte”, comentou.
 
Questionado se acredita que pode fazer um bom ano, Rossi respondeu: “Se eu acredito? Devo! Especialmente nesta época do ano”.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube