Rossi vê acidente na Áustria igual ao de Sato na F1 e pede mudança que “custa dinheiro”

O piloto da Yamaha reconheceu que não é fácil modificar o layout da pista, especialmente por conta dos custos envolvidos

O grave acidente que marcou o GP da Áustria de MotoGP não é exatamente inédito no Red Bull Ring. 18 anos antes, Nick Heidfeld e Takuma Sato passaram por uma situação semelhante durante a corrida da Fórmula 1.

Naquele 12 de maio, o alemão perdeu o controle da Sauber, saiu da pista, atravessou o grampo e, ao cruzar o traçado, acabou atingindo em cheio o japonês da Jordan. Heidfeld saiu rápido do carro e sem ferimentos graves. Sato, porém, precisou ser removido pela equipe médica e foi levado ao hospital de helicóptero, mas também não sofreu nada mais preocupante.

Para quem não lembra, o GP da Áustria de Fórmula 1 daquele ano ficou marcado por uma vitória polêmica de Michael Schumacher, já que Rubens Barrichello liderou a maior parte da corrida, mas teve de abrir passagem para o companheiro de Ferrari.

A moto de Morbidelli passou bem na frente de Rossi, que contornava o grampo do Red Bull Ring (Foto: Reprodução)

Na semana passada, ainda na nona volta da corrida da MotoGP, Johann Zarco tentou passar Franco Morbidelli se valendo da superioridade do motor Ducati. Ao contornar a curva 2, o francês se colocou à frente do ítalo-brasileiro e, na sequência, freou para preparar a entrada na curva 3. Sem ter como reagir, Franco colidiu com a GP19 e caiu, junto com Zarco.

A YZR-M1 da SRT escorregou pelo trecho de grama e, em um desnível do piso, acabou catapultada, passando entre os dois companheiros de Yamaha. A Ducati de Johann, por sua vez, cortou a área de escape sem perder muita velocidade na brita e reencontrou Maverick Viñales e Valentino Rossi, que tinham acabado de contornar o ápice da curva.

Questionado sobre a esperança que tem na melhora da pista levando em conta o acidente similar na F1, Rossi respondeu: “Eu vi esse acidente da Fórmula 1. Já tinha visto antes do nosso incidente e é exatamente a mesma coisa. Com certeza, quando você tem um grampo pequeno em que sai do maneira oposta, especialmente quando chega muito, muito rápido na freada, isso é muito perigoso”.

“O problema é que, para mim, modificar o layout da pista, nunca é fácil. Você precisa fazer uma grande obra. Tentar realmente modificar o layout das curvas 2 e 3 de um outro jeito. Não é impossível, mas, com certeza, precisamos pressionar muito, porque custa muito dinheiro para a pista, para o organizador”, concluiu.

MotoGP ampliou barreira de proteção na curva 3 para tentar evitar novo acidente

MotoGP aumentou a barreira na curva 3 (Foto: Divulgação/MotoGP)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube