Rossi vê pódio possível na Inglaterra e confirma teste com novo chassi da Yamaha para ratificar impressão de Brno

Valentino Rossi confirmou nesta quinta-feira (1) que vai testar também em Silverstone os novos chassi e braço oscilante desenvolvidos pela Yamaha para a YZR-M1. O italiano testou os componentes em Brno e fez uma avaliação positiva das peças

Valentino Rossi confirmou nesta quinta-feira (1) que vai provar em Silverstone o chassi e o braço oscilante testados pela Yamaha no exercício coletivo em Brno
 
Durante uma coletiva de imprensa em Silverstone, Valentino confirmou que vai provar as atualizações para verificar se os novos componentes funcionam bem também no traçado inglês.
Valentino Rossi vai testar mais uma vez o novo chassi da Yamaha (Foto: Yamaha)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“O teste de segunda-feira em Brno foi bem positivo. Eu me senti bem com a moto, tinha um ritmo bem bom e eu também curti”, avaliou. “Nós temos algumas coisas novas, temos um braço oscilante diferente e um chassi diferente. Em Brno, eu tive um bom feeling, mas precisamos conferir amanhã”, seguiu.
 
“Vamos testar amanhã durante o treino para entender se é realmente melhor em Silverstone”, explicou.
 
Apesar de ter um bom histórico em boa parte das pistas do calendário da MotoGP, Rossi conquistou sua primeira vitória em Silverstone apenas no ano passado, depois de melhorar consideravelmente seu ritmo rodando no molhado.
 
“Esta pista, para mim pessoalmente, é uma das mais difíceis durante a temporada”, opinou. “No início, em 2010, infelizmente, eu não estava aqui por conta da lesão em Mugello, e eu tive muita, muita dificuldade nos dois anos com a Ducati — eu era muito lento —, então o feeling com a pista não é fantástico”, recordou. 
 
“Depois, foi ficando melhor ano a ano, mas acho que esta é uma das mais longas, rápidas e mais difíceis de toda a temporada”, considerou. “Ano passado foi uma ótima vitória, foi fantástico, mas foi com chuva. No seco eu não estava tão mal, mas [Marc] Márquez e [Jorge] Lorenzo eram um pouco mais rápidos do que eu. Nós temos de tentar continuar melhorando para entender os pequenos segredos, os pequenos truques da pista e tentar sermos mais fortes em todas as condições”, continuou.
 
Apesar de reconhecer que normalmente exibe uma boa performance na pista molhada, Valentino manifestou preferência pelo piso seco, já que é mais fácil saber o que esperar da corrida.
 
“Nos últimos anos eu sempre fui bem forte no molhado, mas, pessoalmente, acho que como a maioria dos pilotos, prefiro o seco, pois você sabe mais o que pode acontecer. E também porque pilotar no seco é mais divertido”, defendeu. “Nós tentamos ficar concentrados, trabalhar bem para a corrida de domingo como nas últimas duas provas e acho que podemos lutar pelo pódio”, concluiu.
 
O GP da Grã-Bretanha deste fim de semana conta com uma programação ligeiramente modificada. Primeira das categorias do Mundial de Motovelocidade a entrar na pista do domingo, a Moto3 tem sua largada agendada para as 8h30. A Moto2 começa às 10h, com a MotoGP iniciando a disputa em Silverstone às 11h30.
PADDOCK GP #44 DEBATE VITÓRIAS DE ROSBERG EM SPA E DE RAHAL NO TEXAS

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube