MotoGP

Salom sofre acidente e é levado para hospital na Catalunha. Moto2 cancela segundo treino livre

Um acidente com Luis Salom paralisou e depois levou ao cancelamento do segundo treino livre da Moto2 em Montmeló. Ainda não há informações sobre o estado de saúde do espanhol
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 Luis Salom é atendido na pista de Barcelona após forte acidente no TL2 da Moto2 (Foto: Reprodução/Twitter)
A segunda sessão de treinos livres da Moto2 foi cancelada na tarde desta sexta-feira (3) por conta de um acidente com Luis Salom, 10º na classificação do campeonato. O piloto sofreu uma queda na curva 12 de Montmeló e foi transportado de helicóptero para o Hospital Universitário Geral da Catalunha.
 
Com pouco mais de 20 minutos para a sessão, o treino foi interrompido em bandeira vermelha por conta de um acidente com Salom na Europcar, a 12ª curva de Montmeló — uma das mais rápidas.
O resgate da Salom tomou ares dramáticas instantes após a queda (Foto: Reprodução/Twitter)
Os fiscais chegaram primeiro ao piloto espanhol, seguidos pela equipe de intervenção médica rápida e, depois, pela ambulância.
 
Depois de muita demora, a moto do espanhol foi levada de volta aos boxes, mas ainda não havia informações sobre a condição do piloto. O que se sabe, por relatos de um amigo de Valentino Rossi, é que a moto caiu sobre Salom após o impacto contra as barreiras.
 
Pouco depois, o helicóptero médico pousou na área de escape da curva 12, para transportar Salom diretamente para o Hospital Universitário Geral da Catalunha. Mesmo assim, nenhuma informação sobre a condição do espanhol.

Instantes mais tarde, a direção de prova anunciou o cancelamento do restante da sessão, alegando questões de segurança por conta da aterrissagem do helicóptero na área de escape.
 
De acordo com o jornal espanhol ‘As’, o piloto deixou a pista intubado. A revista espanhola ‘Solo Moto’ afirma que Salom deixou o local do acidente de ambulância, sendo, então, encaminhado para o hospital catalão.
 

A preocupação sobre o estado de saúde de Salom é grande, especialmente considerando as circunstâncias, já que a curva 12 é um dos pontos mais arriscados do traçado. Além disso, é incomum ver o helicóptero pousar na pista. Normalmente, os acidentados são levados ao centro médico da pista — que é aparelhado com equipamentos de primeiros socorros e também de exames de imagens — e, depois, transferidos ao hospital, ainda que por via aérea.
 
As imagens do acidente não foram exibidas pela organização do Mundial, uma medida de praxe em caso de acidentes mais sérios.

No momento em que a sessão foi interrompida, Franco Morbidelli liderava o exercício, 0s194 à frente de Sandro Cortese. Jonas Folger tinha o terceiro posto, à frente de Álex Rins, Takaaki Nakagami, Sam Lowes, Álex Márquez, Mattia Pasini, Marcel Schrotter e Johann Zarco.

Falando à imprensa, Valentino Rossi contou que um de seus amigos testemunhou o acidente de Luis. De acordo com o italiano, “Salom foi reto contra as barreiras e, depois, a moto caiu por cima dele. Isso é muito estranho”.

Saiba como foi o segundo treino livre da Moto2 em Montmeló:
 
A temperatura não parou de subir em Montmeló nesta sexta-feira. Quando os pilotos da Moto2 foram para a pista, os termômetros marcavam 28°C, com o asfalto alcançando os 50°C. A velocidade do vento estava em 8 km/h.
 
Sandro Cortese começou a sessão na ponta, à frente de Jonas Folger e Marcel Schrotter.
 
Na sequência, Franco Morbidelli saltou para o segundo posto, seguido por Álex Rins. Folger, então pulou para segundo, com Morbidelli, Lowes e Nakagami completando o top-5.
 
Ainda nos primeiros minutos, Isaac Viñales sofreu uma queda sem maiores consequências na La Caixa, mas logo teve a ajuda dos fiscais para voltar para a pista.
Depois de sofrer um sério acidente durante o TL2 da Moto2 na Catalunha, Luis Salom foi encaminhado para o hospital de ambulância (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

Alguns minutos mais tarde, Morbidelli anotou 1min47s083 e assumiu a liderança, abrindo 0s194 de margem para Cortese. Folger para o terceiro, seguido por Rons e Nakagami.
 
Passados os primeiros 15 minutos de sessão, os pilotos começaram a entrar nos boxes em busca de ajustes. Morbidelli liderava, 0s194 à frente de Cortese. Folger vinha na sequência, à frente de Rins, Nakagami, Lowes, Márquez, Pasini, Schrotter e Zarco.
 
Ainda tentando melhorar, Sam Lowes perdeu a frente da Kalex na curva cinco e caiu, mas não se feriu e logo correu para a moto para tentar voltar para a pista.
 
Com pouco mais de 20 minutos para a sessão, o treino foi interrompido em bandeira vermelha por conta de um acidente com Luis Salom na Europcar, a 12ª curva de Montmeló — uma das mais rápidas.
 
Os fiscais foram os primeiros a alcançarem o piloto espanhol, seguidos pelo carro médico e, depois, pela ambulância.
 
Depois de muita demora, a moto do espanhol foi levada de volta aos boxes, mas ainda não havia informações sobre a condição do piloto.
 
Pouco depois, o helicóptero médico pousou na área de escape da curva 12, para transportar Salom diretamente para o Hospital Universitário Geral da Catalunha. Mesmo assim, nenhuma informação sobre a condição do espanhol.


 
PADDOCK GP #31 DEBATE F1, INDY E NASCAR