SRT admite que chegou a ter dúvidas sobre Rossi após GP da Espanha, mas diz: “Ele voltou”

Razlan Razali falou no desejo de ajudar Valentino Rossi a ser competitivo em 2021 e comemorou o ótimo momento do time com Fabio Quartararo

Chefe da SRT, Razlan Razali reconheceu que ficou assustado com a performance de Valentino Rossi na abertura da temporada 2020 da MotoGP. O dirigente esclareceu, no entanto, que o pódio conquistado pelo piloto da Yamaha no GP da Andaluzia do fim de semana serviu para silenciar as dúvidas.

Aos 41 anos, Rossi está no último ano de contrato com a Yamaha, mas já confirmou que vai seguir na MotoGP na próxima temporada. O anúncio oficial da mudança para a SRT ainda não saiu, mas o italiano não esconde que já tem quase tudo acertado com a equipe malaia.

A abertura da temporada, porém, não fez só Razali questionar o acerto com Rossi. O próprio piloto admitiu que colocou o futuro em dúvida após uma corrida “ruim demais para ser verdade” no último dia 19 em Jerez. Valentino fez uma prova bastante apagada e abandonou por conta de um problema técnico com a YZR-M1.

Valentino Rossi fechou um pódio dominado pela Yamaha (Foto: Yamaha)

No último fim de semana, o piloto de Tavullia deu a volta por cima ao encerrar um jejum de pódios que vinha desde o GP das Américas do ano passado com um terceiro lugar em uma corrida disputada sob forte calor no traçado andaluz.

“Vale é Vale”, começou Razali em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport. “Para ser sincero, tinha minhas dúvidas depois da primeira corrida. Fiquei dizendo a mim mesmo que ‘The Doctor’ voltaria. E ele voltou. Ele me impressionou muito, inclusive considerando as condições extremas nas quais corremos”, seguiu.

Ainda, o malaio afirmou que a atuação do #46 no GP da Andaluzia também “facilitou” na hora de explicar aos acionistas da SRT a opção pelo italiano para 2021, que, mesmo no time privado, seguirá contando com o apoio integral da Yamaha, que já fornece motos atualizadas para Fabio Quartararo e Franco Morbidelli.

“Tornou tudo mais fácil. Somos a Petronas e fazemos escolhas baseadas nos negócios, mas não podemos ignorar os fãs, que talvez preferissem um piloto local. Não é uma escolha forçada, mas ele não é um piloto normal”, comentou. “Levou tempo para termos certeza, mas o que ele fez no domingo facilitou para explicar aos acionistas o motivo de termos escolhido Valentino”, comentou.

Razali explicou, também, que prefere que o time seja reconhecido por bons resultados do que pela fama de Rossi. No momento, a equipe, que faz apenas a segunda temporada na MotoGP, lidera o Mundial com Quartararo.

“Não queremos que nosso time seja famoso por Valentino. Queremos que qualquer um que corra conosco faça resultados. De certo ponto de vista, me dá mais alegria ter criado algo do zero para estar onde estamos hoje com Fabio”, comentou. “Nós queremos continuar com essa filosofia. E, com Valentino, queremos ter certeza de que poderemos ajudá-lo”, contou.

“Não queremos ser populares porque ele está lá, mas ajudá-lo a ser competitivo na idade dele. Depois de conversar com ele e com a equipe dele, estamos entendendo do que ele precisa”, comentou.

À emissora britânica BT Sport, Razali brincou que Rossi “será nosso novo novato” em 2021.

Paddockast #71 | A volta da Stock Car, com Átila Abreu e Cacá Bueno
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube