Stoner domina e vence em Phillip Island pelo sexto ano seguido. Pedrosa cai e Lorenzo fatura bi

Casey Stoner confirmou as expectativas e sobrou em Phillip Island neste domingo (29). Dani Pedrosa caiu na segunda volta e entregou o título para Jorge Lorenzo mais cedo do que o previsto

►Confira as melhores imagens do Mundial de Motovelocidade em Phillip Island
►Veja a classificação da MotoGP após o GP da Austrália

Casey Stoner ignorou as dores no tornozelo e arrematou a vitória em Phillip Island com mais de 9s de vantagem para Jorge Lorenzo. O triunfo do piloto da Honda foi o sexto consecutivo no traçado australiano e pode ter sido o último do bicampeão, já que ele deixará as pistas no fim do ano.

Segundo na Austrália e com Daniel Pedrosa fora da disputa, Lorenzo assegurou o segundo título Mundial com uma prova de antecedência. Cal Crutchlow também fez uma prova sólida e garantiu o terceiro posto, 14s570 atrás de Stoner.

Lorenzo conquistou seu segundo título na MotoGP neste domingo (Foto: Yamaha)

► Muito mais maduro, Lorenzo alcança bicampeonato em temporada que mesclou agressividade e inteligência

Andrea Dovizioso venceu um intenso duelo com Álvaro Bautista e Stefan Bradl e ficou com o quarto lugar. Valentino Rossi se isolou na parte final da disputa e recebeu a bandeirada em sétimo. Nicky Hayden foi o oitavo, à frente de Karel Abraham. Entre as CRT, o melhor colocado foi Aleix Espargaró. O espanhol ficou com a décima posição, após bater Randy De Puniet na fase final da corrida.

Pedrosa iniciou a prova mostrando que estava disposto a levar a briga para a última corrida do ano, em Valência. O espanhol assumiu a ponta nos primeiros metros e ainda viu Stoner passar Lorenzo, um resultado que lhe seria totalmente favorável.

Pouco após abrir a segunda volta, Pedrosa caiu na curva 4 de Phillip Island e abandonou a disputa, entregando o título para Lorenzo uma prova antes do previsto.

O resultado deste domingo (29) premia a incrível regularidade de Lorenzo. Mesmo não tendo conseguido fazer frente a Honda na segunda fase da temporada, Jorge teve atuações decisivas nas primeiras provas e, exceto no GP da Holanda, quando foi derrubado por Bautista, completou todas as corridas em uma das duas primeiras colocações.

A queda de Phillip Island não faz jus a excelente temporada de Pedrosa. O espanhol demorou a entrar na briga, mas ganhou um novo ânimo com a vitória em Indianápolis e vinha brigando para reduzir a vantagem de Lorenzo, mesmo após ter abandonado a etapa de San Marino ao ser derrubado por Héctor Barberá.

O bicampeonato de Lorenzo também marca um fato inédito: pela primeira vez, um espanhol é duas vezes campeão da classe rainha do Mundial de Motovelocidade.
 

(Foto: Yamaha)

Depois de assegurar seu primeiro título na MotoGP em 2010, Jorge lutou com Stoner na temporada passada, mas deu adeus as suas chances título no mesmo circuito de Phillip Island, ao cair durante o warm-up e lesionar o dedo anelar esquerdo. O espanhol ficou com a mão presa embaixo da M1 e acabou perdendo parte da falange distal, ficando de fora das etapas da Austrália, Malásia e Valência.

2012 também registrou uma mudança radical na personalidade do espanhol. Marcado pelo acidente e também pela trágica morte de Marco Simoncelli, Lorenzo ressurgiu em uma versão mais amável e, em excelente forma, contou com uma incrível regularidade e pitadas de sorte nos momentos mais decisivos para garantir seu segundo triunfo na classe rainha.

Saiba como foi a corrida deste domingo:

Lorenzo pulou na frente na largada, seguido por Pedrosa e Stoner. Crutchlow assumiu o quarto posto, seguido por Dovizioso. Ainda no primeiro giro, Dani passou o rival espanhol e assumiu a ponta, deixando o piloto da Yamaha para se defender de Stoner.

Na abertura da volta seguinte, Stoner passou Jorge e assumiu o segundo posto. Dani caiu na sequência e deu adeus ao título. O espanhol ainda conseguiu voltar para a corrida, mas tinha o 19º posto e foi para os boxes logo na sequência.

Stoner assumiu a ponta logo no início (Foto: Repsol)
 
Stoner assumiu a liderança, com Lorenzo em segundo e Crutchlow em terceiro. Na ponta, Casey começou a abrir e Jorge não dava sinais de que conseguiria acompanhar o ritmo.
 
Enquanto Stoner disparava na ponta, Bautista tentava se aproximar de Dovizioso para assumir a quarta colocação. Na curva 4, o espanhol conseguiu passar e foi a vez de Bradl perseguir Andrea.
 
Bradl conseguiu passar Dovizioso e logo deixou Bautista para trás, que acabou sendo superado pelo piloto da Tech 3 na sequência. 
 
Com Stoner disparado na ponta, a diversão ficou por conta de Bradl, Dovizioso e Bautista. Com cinco voltas para o fim, Andrea assumiu o quarto posto, mas Stefan seguia pressionando e era acompanhado por Bautista. O piloto da Gresini conseguiu superar o rival da LCR e se manteve à frente até cruzar a linha de chegada.
O campeão
 
Nascido em Palma de Mallorca em 4 de maio de 1987, Lorenzo chegou ao Mundial de Motovelocidade em 2002 correndo nas 125cc. O primeiro triunfo do espanhol veio um ano mais tarde, quando bateu Stoner no GP do Rio de Janeiro, em Jacarepaguá.
 
Do 12º posto na classificação de 2003, Jorge saltou para a quarta colocação um ano mais tarde ao somar três vitórias, um segundo lugar e outros três terceiros. 
Stoner abraça Lorenzo após a  vitória em Phillip Island (Foto: Repsol)
 
Em 2005, um espanhol alinhou uma Honda nas 250cc e não conseguiu nenhum triunfo com a marca nipônica. No ano seguinte, estreando com a Aprilia, Lorenzo assegurou seu primeiro Mundial, com oito vitórias em um total de 11 pódios. Em 2007, o piloto foi ainda mais dominante e carimbou seu passaporte para a MotoGP com o bicampeonato na classe intermediária.
 
Vestindo as cores da Yamaha desde 2008, Jorge iniciou sua passagem pela classe rainha com um quarto lugar, vencendo sua terceira corrida na categoria, em Portugal.
 
No ano seguinte, o piloto foi vice-campeão, 45 pontos atrás de Valentino Rossi, que conquistava seu sétimo na classe principal. A consagração no topo do motociclismo veio uma temporada mais tarde, quando nove vitórias, cinco segundos lugares e dois terceiros garantiram a Jorge seu primeiro título da MotoGP.
 
Campeão, Lorenzo encarou a superioridade de Stoner em seu ano de estreia com a Honda, mas deu adeus ao título ao sofrer um acidente no mesmo circuito de Phillip Island. A prova deste domingo coroou uma temporada de muita regularidade e transformou o representante da Yamaha no primeiro espanhol bicampeão da MotoGP. 
 
MotoGP, GP da Austrália, Phillip Island, Final:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube