Bubba Wallace rebate críticas de Trump: “Retribua o ódio com amor”. Nascar apoia

Horas após ser questionado e criticado por Donald Trump, Bubba Wallace publicou longa mensagem pedindo mais amor. FOX veio a público negar que audiência da Nascar caiu

Bubba Wallace voltou a ser assunto fora das pistas. O único piloto preto do grid da Nascar recebeu críticas por parte do presidente americano Donald Trump após o caso do nó de forca, que aconteceu no último dia 21, em Talladega.

Na ocasião, o nó, símbolo racista utilizado por membros do Ku Klux Klan, foi encontrado na garagem de Wallace em Talladega. O ataque mobilizou a Nascar em apoio ao piloto. Após investigação, o FBI concluiu que foi apenas uma coincidência e não um ato de racismo, já que imagens mostraram a corda no local desde outubro de 2019.

“Bubba Wallace já pediu desculpas a todos os pilotos e membros da Nascar que auxiliaram, ficaram ao seu lado e estavam dispostos a sacrificar tudo por ele apenas para descobrir que tudo era apenas um boato? Aquilo e a decisão da bandeira confederada causou a pior audiência da história da Nascar”, declarou Trump no Twitter.

Bubba Wallace, Nascar 2020, Nó de forca
O nó de forca encontrado na garagem de Bubba (Foto: Nascar)

O presidente se referiu ao banimento das bandeiras confederadas na Nascar. É um símbolo atrelado ao racismo e período de escravidão nos Estados Unidos. O pedido veio por parte de Wallace e a categoria acatou.

Imediatamente após a declaração de Trump, Michael Mulvihill, chefe de estratégia da FOX, que transmite a Nascar nos Estados Unidos, veio a público afirmar que a audiência da categoria aumentou em 8% desde o retorno do hiato, em 17 de maio. A categoria parou por dois meses pela pandemia do coronavírus.

Na parte da tarde, Wallace divulgou um desabafo nas redes sociais, falando sobre questões raciais e pedindo para combater o ódio com amor, mesmo que ele venha do presidente.

“Suas palavras e ações sempre serão mantidas em um padrão mais alto do que outros. Você precisa estar preparado para isso. Você não aprende estas coisas na escola, aprende dos julgamentos e tribulações, dos altos e baixos que este mundo maluco proporciona. Você sempre terá pessoas te testando, vendo se conseguem te derrubar do seu pedestal”, disse Wallace.

Bubba Wallace (Foto: Nascar)
Bubba Wallace protesta contra o racismo antes de corrida da Nascar (Foto: Nascar)

“Eu encorajo vocês a manter a cabeça erguida e andar no caminho que escolheram. Nunca deixe ninguém dizer que você não pode fazer alguma coisa, Deus nos colocou aqui por um motivo. Encontre este motivo, tenha orgulho e trabalhe todo dia para isto. Tudo que os haters fazem é elevar sua voz e plataforma para maiores alturas. Por último, sempre retribua o ódio que recebe com amor. Amor sobre o ódio todo dia, ele deve vir naturalmente assim como as pessoas ensinam a odiar, mesmo quando o ódio vem do presidente, o amor sempre vence”, concluiu.

A Nascar emitiu um comunicado oficial para afirmar que mantém o apoio ao piloto, o elogiando pela coragem e liderança na briga para tornar o esporte mais inclusivo.

“Nós temos orgulho de ter Bubba Wallace na família Nascar e elogiamos sua coragem e confiança. A Nascar apoia Bubba, nossos competidores e todos que tornam nosso esporte acolhedor e inclusivo aos fãs de corrida”, declarou a categoria por meio de nota.

Nas redes sociais, pilotos do cenário americano como Jimmie Johnson, Jack Harvey e JR Hildebrand publicaram mensagens apoiando Wallace após as críticas de Trump.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar