Téo José aceita proposta do SBT e deixa de transmitir esporte a motor no FOX Sports

O narrador topou a proposta para voltar à emissora de Silvio Santos, apurou o GRANDE PRÊMIO. Assim, o profissional vai deixar de narrar automobilismo e motociclismo nos canais da Disney, onde estava desde fevereiro de 2018

O futuro das transmissões da MotoGP na TV brasileira ainda é um mistério, mas o que se sabe é que o principal narrador da categoria – e da Fórmula E – no país está de malas prontas para outra casa. Téo José aceitou proposta do SBT para deixar o FOX Sports, pode confirmar o GRANDE PRÊMIO.

Há uma tradição em todos os novos contratos que o SBT celebra: a foto do contratado no painel da emissora. É a imagem que acaba por sacramentar os acordos. Por ela, Téo vai deixar o Rio de Janeiro assinar os papeis e fechar com a emissora em que narrou Indy e futebol.

O narrador goiano chegou ao canal fechado em fevereiro de 2018, apenas duas semanas após o anúncio de que deixava o Grupo Bandeirantes, onde esteve durante 12 anos. Desde então, assumiu o microfone nas duas principais categorias a motor europeias com as quais o canal conta. No mês de agosto, quando Fórmula E e MotoGP dividiram o mesmo fim de semana, narrou as duas. Esteve também no futebol.

Além do futebol, Téo José também se tornou conhecido pelas narrações da Indy (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

A experiência de Téo com o esporte a motor vai além disso, entretanto. Ao longo de quase 30 anos de TV, narrou também Indy, F-Truck e Nascar. Aliás, foi na categoria de monopostos norte-americana, que passou pela primeira vez no SBT como narrador, entre 1995 e 2000. Na longa carreira, passou ainda por Manchete, PSN, e RedeTV!. Ainda no rádio, na Jovem Pan, chegou a narrar Fórmula 1 por breve período.

A chegada de Téo José na emissora paulistana coincide com o retorno do SBT às transmissões esportivas nacionais. Desde 2018, as afiliadas do SBT no nordeste transmite a Copa do Nordeste de futebol e, em julho deste ano, a emissora transmitiu o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca do futebol no Rio de Janeiro, valendo-se da chamada MP do Mandante e da desistência da TV Globo. Na ocasião, o FOX Sports emprestou Téo para narrar a partida, já que não havia equipe nacional fixa.

Mas o canal foi além. Na manhã desta quinta-feira, assinou acordo com a Conmebol para adquirir os direitos de transmissão de TV aberta da Copa Libertadores da América, maior competição interclubes do futebol na América do Sul, outro acordo feito possível pela desistência da Globo. Desta maneira, precisava montar uma equipe fixa para as transmissões.

Téo estava apresentando ultimamente o programa ‘Debate Final’ no FOX Sports todas as noites. Hoje já não mais comanda a atração. Foi substituído por Nivaldo Prieto.

O narrador também estava no aguardo da escala para os trabalhos com o Mundial de Motovelocidade, neste fim de semana, mas o impasse iniciado pelo calote da Rio Motorpark, detentora dos direitos de transmissão, na Dorna coloca um ponto de interrogação na exibição do campeonato. Até às 18h (de Brasília) desta quinta-feira (10), a Disney não havia conseguido um acordo com a promotora Dorna para manter a exibição de todos os campeonatos do certame, apurou também o GRANDE PRÊMIO.

LEIA MAIS:

+FOX Sports aguarda acordo de última hora para voltar a transmitir MotoGP no Brasil
+Rio Motorpark dá calote e ameaça transmissão da MotoGP no FOX Sports
+Após meses de jogo de cena, Racing Point confirma Vettel na Aston Martin em 2021

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube