Quatro vezes vice-campeão do WRC, Hirvonen fecha acordo com equipe X-raid e estreia no Dakar pela Mini em 2016

Mikko Hirvonen foi oficialmente confirmado pela alemã X-raid como um dos pilotos para a disputa do próximo Rali Dakar. O finlandês de 35 anos vai competir ao lado do experiente navegador francês Michel Périn, tetracampeão da prova. Sébastien Loeb recentemente testou o carro da Peugeot e pode ser outra grande atração no futuro

Dias depois de o lendário Marc Coma anunciar sua aposentadoria das pistas para virar diretor-esportivo do Rali Dakar, a prova ganhará um nome de muito sucesso a partir de 2016. Nesta terça-feira (14), a equipe alemã X-raid anunciou a contratação de Mikko Hirvonen, que disputará a prova do ano que vem com um Mini All4 Racing ao lado do experiente navegador francês e tetracampeão do Dakar, Michel Périn, que até o ano passado competia ao lado do espanhol Nani Roma. A equipe foi campeã do Dakar 2015 pelas mãos de Nasser Al-Attiyah, que teve ao seu lado o copiloto espanhol Lucas Cruz.

Hirvonen teve uma jornada de sucesso ao longo de 13 anos competindo no WRC, sendo quatro vezes vice-campeão mundial de rali, em 2008, 2009, 2011 e 2012, passando por times importantes como Ford e Citroën. No fim de 2014, o finlandês, hoje com 35 anos, anunciou sua aposentadoria do WRC, mas já traçando o Dakar como novo rumo da sua carreira desportiva.

Périn, que no começo do ano chegou a anunciar sua aposentadoria, reconsiderou sua decisão depois de acompanhar Hirvonen nos testes promovidos pela X-raid durante os últimos meses. Em junho, Hirvonen testou o Mini All4 Racing nas dunas do Marrocos pela primeira vez e, na Espanha, participou do tradicional Baja Aragón em julho, tendo ao seu lado o navegador francês.

Mikko Hirvonen vai estrear no Dakar com um Mini da equipe X-raid (Foto: X-raid)

“Estamos muito satisfeitos por termos sucesso na contratação de Mikko”, confirmou o chefe da X-raid, Sven Quandt. “Ele certamente será um trunfo, não apenas para nossa equipe, mas também para o Dakar. Nos testes no Marrocos ele mostrou um estilo verdadeiramente impressionante e se sentiu bem em um novo território desde o começo”, elogiou.

“No entanto, não se deve ter expectativas tão altas para sua estreia no Dakar. Mikko ainda tem de acumular experiência, uma vez que o Dakar é algo ímpar. Mas, por outro lado, Michel é um navegador muito experiente, que tem o que é preciso para apoiá-lo em muitas áreas”, acrescentou Quandt.

Hirvonen se mostrou bastante ansioso para encarar um desafio que outrora só podia acompanhar pela televisão. “Posso dizer que até seis meses não sabia muita coisa, apenas tinha acompanhado pela TV. Claro, sabia que era uma prova de longa distância, onde conta mais a navegação do que o pé embaixo o tempo todo. Mas agora tenho feito longos testes com a X-raid e tenho a sorte de me unir ao meu navegador Michel Périn.”

“Ele e a equipe me ajudaram muito a ter uma ideia melhor sobre tudo isso, então cada vez mais eu fico muito empolgado para encarar o desafio”, acrescentou.

Além de Hirvonen, outro ex-piloto do WRC pode estrear no Dakar em breve. Mais que um piloto, uma lenda do esporte. Recentemente, Sébastien Loeb testou o Peugeot 2008 DKR, também no Marrocos, contando com Lucas Cruz como seu navegador.

“Desde minha visita ao acampamento do Dakar, em 2014, quis testar um dos seus carros. Quando a Peugeot entrou na disputa, me ofereceram um teste, e agora chegou a oportunidade. Pude pilotar o 2008 DKR durante dois dias em testes que a equipe fez em Erfoud”, declarou o eneacampeão mundial de rali ao diário espanhol ‘Marca’.

“Guiei mais de 1000 km em dois dias, e me encontrei com um mundo completamente diferente do que conheci até agora. Comparando com os outros carros, você fica menos colado no assento, mas tudo acontece a uma velocidade surpreendente. Gostei muito, então vamos ver mais adiante quando posso fazer isso de novo, já que minha prioridade segue sendo o WTCC com a Citroën”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube