Após queda de Maciel, Martins leva Yamaha ao primeiro título do Sertões nas motos

Ricardo Martins, de 40 anos, já havia conquistado o Sertões nas categorias Marathon e Super Production. Desta vez, contudo, o catarinense confirmou o melhor resultado da carreira e é campeão na classificação geral das motos, levando a Yamaha ao seu primeiro título do maior rali das Américas. A especial derradeira das motos foi encurtada após a queda de Tunico Maciel

Leia no GRANDE PREMIUM
Como Sertões almeja superar Dakar e ser o maior rali do mundo
A galeria com todos os campeões e as lendas do Sertões

Etapa 7: Bolha 6 (Bacabal/MA) a Barreirinhas/MA
7 de novembro, sábado
Deslocamento inicial: 258 km
Trecho de especial: 223 km
Deslocamento final: 34 km
Total: 515 km

A competição geral das motos no Sertões tem um novo campeão. Ou melhor, dois. Ricardo Martins, catarinense de 40 anos, fez um rali muito regular desde o início, ainda no interior de São Paulo, e em todas as especiais disputadas antes da chegada a Barreirinhas, neste sábado (7), andou entre os dois primeiros, tendo vencido a segunda etapa do maior rali das Américas. Mesmo diante da competência do bicampeão, Tunico Maciel, Martins controlou a vantagem adquirida ao longo da prova e comemorou a conquista do seu primeiro Sertões, assim como a Yamaha, que faturou a competição na classificação geral também pela primeira vez.

A especial derradeira do Sertões 2020 acabou sendo encurtada por conta da queda justamente de Tunico Maciel, registrada no km 84 da especial. O mineiro foi transferido pelo helicóptero de resgate para um hospital de São Luís para ser avaliado.

ASSISTAEmoção com Barrichello, maratona e sorteio: live Motul no Sertões 2020

Por conta da ocorrência, a organização do Sertões informou que Adilson Kilca, diretor de prova da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), optou por encerrar antes do previsto a especial, que acabou sendo vencida por Martins.

SERTÕES; RICARDO MARTINS; YAMAHA;
Ricardo Martins, da Yamaha, é o novo campeão do Sertões (Foto: Marcelo Maragni)

Leia também: Motul une forças com Sertões, traz expertise de lubrificantes e batiza categoria dos fortes

Na esteira do desfecho do Sertões, outra grande campeã da edição 2020 da prova é a Yamaha, que quebrou a hegemonia da rival Honda, que durava desde 2015. No Sertões 2020, Martins chegou à rampa da vitória a bordo da nova Yamaha WR450 F.

Martins, nascido em 24 de maio de 1980 na cidade de Palhoça, é conhecido no meio também como ‘Rei do Jalapão’. Entre os títulos conquistados ao longo da carreira, venceu o Sertões nas categorias Marathon, em 2011, e na Super Production, em 2018, tendo terminado em terceiro na classificação geral no ano passado. Ricardo também é bicampeão do Brasileiro de Rali Cross-Country na classe Production, em 2013 e 2014, e campeão do Brasileiro de Rali Baja, em 2015.

SERTÕES; RICARDO MARTINS; CAMPEÃO; BARREIRINHAS;
O campeão do Sertões nas motos: Ricardo Martins (Foto: Marcelo Machado de Melo)

Às 8h28 (horário de Brasília), Maciel, vencedor da quinta etapa, largou na frente, sendo seguido por Ricardo Martins. O piloto da Yamaha partiu com uma só missão: marcar o oponente da Honda para que não houvesse muita mudança nas diferenças e, assim, faturar seu primeiro Sertões. A diferença que separava os dois antes do início da especial derradeira era de 4min30s, não muito grande, mas administrável para um piloto com a experiência de Martins.

Leia também: “Orgulhoso”, Barrichello fecha participação no Sertões 2020 com top-10 e promete voltar
De Mogi Guaçu a Barreirinhas e etapa Maratona no início: o roteiro do Sertões 2020

TUNICO MACIEL; SERTÕES; HONDA;
Tunico Maciel sofreu uma queda quando lutava pelo título do Sertões (Foto: Marcelo Machado de Melo/Mundo Press)

Deslocamento longo, por vias de asfalto. No trecho da especial, o começo foi bem travado, com piçarras, estradas mais curtas, com a navegação sendo o ponto alto do início ao fim, além de trechos com piso arenoso e travessia de riachos. Cada vez mais ao norte do Maranhão, o relevo tornou-se ainda mais arenoso antes do ponto para abastecimento.

Na parte final da especial, com piso de muita areia, o trecho exigiu navegação por GPS e intercalou com longas retas de areia, voltando para a navegação GPS. Daí até o fim da especial antes do deslocamento derradeiro do Sertões 2020, com 34 km para a chegada à rampa da vitória em Barreirinhas, na lindíssima região dos Lençóis Maranhenses.

No primeiro waypoint, após 78 km de especial, Maciel foi 1min26s mais rápido que Martins e passou em primeiro, com Jean Azevedo, já fora da briga por vitória por conta de um problema no motor da sua moto, em terceiro na ordem provisória da especial.

MARCELO MEDEIROS; SERTÕES; QUADRICICLOS;
Marcelo Medeiros, único competidor do Sertões nos quadriciclos, foi o 18º na disputa geral das motos (Foto: Marcelo Machado de Melo/Sertões)

Contudo, Tunico sofreu a queda pouco antes da entrada da especial na Microrregião dos Lençóis Maranhenses e deu adeus de forma definitiva ao título do Sertões, tendo de ser levado para um hospital de São Luís para maiores exames. Um dia antes, o mineiro confirmou, na esteira do cancelamento da sexta etapa do Sertões, a conquista do bicampeonato do Brasileiro de Rali Cross-Country nas motos na classe Moto 1.

Com os resultados deste sábado, Martins confirmou o seu primeiro Sertões, enquanto Júlio César ‘Bissinho’ Zavatti, piloto da Honda Racing, foi o segundo colocado na classificação geral.

SERTÕES; SERTÕES 2020; YAMAHA;
Esquadrão da Yamaha comemora primeira vitória no Sertões nas motos (Foto: Marcelo Machado de Melo)

Logo na estreia na competição, Vitor Siqueira, piloto que tem histórico de participações em enduro, mas novato em provas de longa duração, garantiu uma ótima terceira colocação na classificação geral, com Túlio Malta, companheiro de equipe de Martins na Yamaha, em quarto lugar, e Bruno Leles, com outra Yamaha, mas da equipe Use Motos, fechando em quinto na classificação geral.

Sertões 2020, classificação geral final, motos (tempos extraoficiais):

1R MARTINSYamaha WR 450 F17:52:25 
2J ZAVATTIHonda CRF 450 RX18:04:08+0:11:43
3V SIQUEIRAKTM 450 EXC18:13:53+0:21:28
4T MALTAYamaha WR 450 F18:14:58+0:22:33
5B LELESYamaha WR 450 F18:30:46+0:38:21
6L GOMESYamaha WR 450 F18:38:48+0:46:23
7E LOTHKTM 450 EXC-F18:42:31+0:50:06
8R SFREDOKTM 450 EXC18:46:22+0:53:57
9F ROSSIKTM 450 REPLICA18:53:12+1:00:47
10T VELOSOHonda CRF 250F18:55:17+1:02:52

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube