Serra e Bueno elogiam Stock Car com 24 corridas, mas duração e safety-car preocupam

24 corridas, mas mais curtas: o novo sistema de provas na Stock Car foi analisado por Daniel Serra e Cacá Bueno, que juntos somam oito títulos da categoria nacional

A Stock Car anunciou, na última segunda-feira (22), mudanças em seu regulamento para 2021 – ou melhor, uma volta atrás nas alterações que anteriormente havia feito. Assim, as etapas continuarão em rodadas duplas, mas agora mais curtas, com duas provas: uma de 25 minutos, outra com duração de 20. Com o total, portanto, de 24 corridas no ano, as regras causaram dois tipos de reações em pilotos consagrados na categoria, como Daniel Serra e Cacá Bueno, por exemplo.

O lado bom, para os pilotos, é a quantidade de corridas; o ruim, porém, é o pouco tempo de pista – e a chance clara de que ele ainda diminua mais. “Pontos positivos e outros não tão legais”, resumiu Serra.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Band se prepara para transmitir F1 até champanhe acabar’

Cacá Bueno (Foto: Duda Bairros/Vicar)

“O regulamento novo tem algo legal que é de termos 24 corridas, legal também a última etapa não ser ponto dobrado e manter o mesmo formato que temos durante o ano inteiro. A única coisa coisa que seria mais legal é que as 24 corridas fossem em formato mais longo. 25 e 20 minutos acaba sendo algo curto e, se tiver safety-car, acaba tendo cinco, seis voltas de corrida”, comentou o tricampeão.

Bueno, por sua vez penta, manteve a linha de Serra: “O que mais gostei é o recorde de provas, nunca tivemos tantas corridas em uma temporada da Stock Car: 24 corridas neste ano é excelente. Isso é muito legal, vai gerar bastante alcance com a TV e com o público”, disse.

“Particularmente, eu preferiria um formato diferente para a rodada dupla, mas entendo que os promotores precisam gerar um espetáculo de maior abrangência e isso tem que ser levado em conta”, completou.

Daniel Serra (Foto: Renato Mafra)

Houve também o acréscimo de um descarte de resultado: se em 2020 eram três as provas que os pilotos podiam tirar de sua pontuação, agora serão quatro. Serra acha justo: “Em relação aos descartes, sei que muita gente não gosta, mas principalmente em um ano que não é normal, e que um piloto pode perder uma etapa por Covid-19, com 24 corridas quatro descartes é um ponto positivo.”

A temporada 2021 da Stock Car começaria neste final de semana, mas as corridas no Velopark foram adiadas devido ao caos sanitário brasileiro. Agora, a previsão de início é no dia 25 de abril, em Londrina.

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube