F-Truck volta atrás após comunicado litigioso e envia pedido de renovação. CBA pede 15 dias para resposta

Após um comunicado litigioso da F-Truck uma semana atrás que avisava uma ruptura definitiva entre si e a CBA, agora a categoria volta atrás e afirma que enviou um pedido de renovação para a Confederação Brasileira de Automobilismo. E, embora a Truck diga que o pedido não foi respondido, a CBA diz que já avisou que dará um parecer em duas semanas

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Depois de assinalar com a procura por uma federação sul-americana para organizar o campeonato em 2017, agora a F-Truck voltou atrás. Segundo a categoria, foram feito os contatos necessários para a renovação do contrato com a Confederação Brasileira de Automobilismo como organizadora do certame. E ainda com a reclamação: a CBA não respondeu o pedido – o que a confederação nega.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
De acordo com o comunicado oficial da Truck, um e-mail confirmando a intenção da renovação foi enviado na última sexta-feira, 3 de fevereiro – dia estipulado, segundo afirmação da Truck, pelo novo presidente Waldner Bernardo, por e-mail, como data final para que a Truck resolvesse o que iria querer. Na sequência, uma reclamação: quase quatro dias depois, ainda não houve resposta da CBA.

 
A categoria não esconde que tentou uma filiação junto à Confederação Desportiva Automobilística Sul-Americana, a CODASUR, usando como pretexto as corridas que terá no Uruguai e Argentina. Mas teve a resposta que para que a filiação fosse concretizada precisaria de um aval da CBA – e afirma que também não recebeu.
 
"Em mais de 20 anos nunca tive qualquer problema com os vários presidentes da CBA", disse a presidente da F-Truck, Neusa Navarro. "E não seria agora que criaríamos complicações. O meu pedido de renovação de contrato com a CBA foi enviado dentro do prazo dado por eles e acredito que a demora na resposta seja pela correria que foi a eleição do novo presidente da entidade, ocorrida há alguns dias", seguiu. 
Qual é a da Truck? (Foto: Orlei Silva)
"Tenho certeza que tudo será esclarecido o mais breve possível e no dia 19 de março faremos a primeira corrida da temporada no Autódromo Velopark, no Rio Grande do Sul", encerrou.
 
A CBA, porém, diz algo diferente. Segundo o presidente Bernardo disse à reportagem do GRANDE PRÊMIO, houve uma resposta, sim. "Fiz contato por e-mail", afirmou. "Quanto à renovação, pedimos um prazo de 15 dias a contar de ontem [segunda-feira, 6]. Nos posicionaremos após este prazo", garantiu.
 
As duas organizações se veem em rota de conflito após a CBA divulgar uma licitação para quem desejasse organizar a Truck já a partir desta temporada 2017, após o contrato com a companhia de Neusa terminar no final do ano. Ao passo que a Truck afirmou que tem os direitos do nome Fórmula Truck e, caso a CBA desejasse criar um campeonato do mesmo nicho teria que inventar outro nome.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube