Marta García vence em Suzuka no campeonato virtual da W Series. Visser segue líder

Na passagem pelo circuito japonês, a espanhola foi a pilota que mais somou pontos, saltando para a segunda colocação da classificação. A holandesa lidera com respiro de 51 tentos

Suzuka foi o palco da sétima etapa do campeonato virtual da W Series. Marta García foi o grande nome da passagem pelo circuito nipônico e com duas vitórias em três corridas, foi a pilota que somou mais pontos.

A espanhola de 19 anos triunfou na primeira e terceira disputas da rodada tripla, além de ter subido de última para terminar em quarta na prova do grid invertido. Com 56 tentos conquistados, saltou para a segunda colocação da classificação, deixando Irina Sidorkova para trás, e com 51 pontos de desvantagem para Beitske Visser, a líder.

A etapa no circuito nipônico ainda contou com a presença de duas convidadas: Hannah Grisham e Gabriela Jikova, que testaram com a W Series no último ano, em Almería. Enquanto a norte-americana conseguiu dois top-10, a tcheca terminou a corrida 2 no pódio, chegando em segunda. Por serem convidadas, não pontuaram.

Na abertura das atividades no Japão, foi Visser quem saiu da pole-position. Entretanto, na largada, García tratou de passar a holandesa para assumir a ponta na curva 1. Irina também tentou dar o bote em Beitske, mas danificou o carro e deixou caminho livre para Caitlin Wood ser a terceira.

Com cinco minutos para a bandeira quadriculada, as duas primeiras colocadas cruzaram a linha de chegada lado a lado, mas a espanhola conseguiu manter a ponta. Visser chegou a reassumir a liderança em bela ultrapassagem na curva 130R, mas Marta deu o troco no mesmo ponto no giro seguinte. Até a bandeira quadriculada, nada mais mudou.

Na segunda corrida do dia, Belen García saiu da posição de honra do grid e apesar de largada sem problemas para a espanhola e Bruna Tomaselli, segunda, o caos se instaurou logo trás. Erros de Miki Koyama e Vicky Piria impactaram diversas pilotas, especialmente Beitske, que acabou jogada para trás do pelotão após ganhar posições.

Com nove minutos para o fim, Gabriela deu o bote em cima de Tasmin Pepper para assumir o terceiro posto, pouco depois fazendo a brasileira de vítima e subindo para segunda. Em seguida, foi a vez de Ayla Agren passar Bruna, fechando o pódio da prova 2. Belen se tornou a sexta pilota diferente a vencer no campeonato.

E mais uma vez Beitske começou da ponta e diferente da corrida 1, conseguiu manter a primeira colocação na largada da terceira disputa. Sidorkova girou na saída, pegando Gabriela e promovendo Tasmin para o terceiro posto. Nerea chegou a passar a sul-africana, que logo deu o troco em cima da espanhola.

Emulando a ultrapassagem da primeira disputa do dia, Marta tomou a ponta da holandesa na curva 130R. Dois minutos mais tarde, Visser tentou dar o troco, mas sem sucesso e ainda danificou o carro ao tocar em Marta. Com isso, perdeu posições, mas terminou no pódio, pois uma punição a Pepper a derrubou para quarta.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube