F1
24/06/2018 14:26

Alonso vê GP da França como um dos piores da temporada, mas dá de ombros para abandono: “Não perdemos pontos”

Fernando Alonso teve um dia conturbado em Paul Ricard – além do desempenho decepcionante da McLaren, o espanhol sofreu com incidentes e desgaste de pneus. Desse jeito, a quebra da suspensão no fim nem fez tanta diferença
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Fernando Alonso (Foto: McLaren)

O domingo (24) de Fernando Alonso foi dos complicados. O espanhol não teve bom rendimento no GP da França, sofrendo com incidentes e desgaste de pneus, e se viu distante da luta por pontos. Com tantos problemas, Alonso nem se incomoda com o abandono no fim, por falha da suspensão, que não fez tanta diferença.
 
“A roda estava um pouco torta e a gente decidiu parar. Não perdemos pontos, então não temos prejuízo”, disse Alonso. “A gente estava com pneus macios depois do safety-car e a ideia era fazer a corrida inteira. Acabamos com eles [os pneus] e perdemos ritmo. Queríamos usar ultramacios para fazer a melhor volta da corrida, mas o safety-car virtual não deixou”, seguiu.
 
Alonso sofreu danos já na largada, o que forçou uma parada emergencial na primeira volta. Em seguida, rodou durante disputa com Sebastian Vettel. Os problemas de freios, desgaste de pneus e de suspensão foram outras pedras no sapato do bicampeão.
Fernando Alonso teve um dia daqueles em Paul Ricard (Foto: McLaren)

Nessa situação, Alonso tenta ser realista. O espanhol reconhece que o GP da França foi de atuação abaixo das expectativas, mas acredita que pode ser um ponto fora da curva.
 
“Se estou otimista? Ainda veremos. Acho que em outros circuitos vamos estar um pouco melhores. Em quatro dias veremos na Áustria. Aqui talvez tenha sido o nosso pior desempenho da temporada e talvez seja um caso isolado. Tenho esperança de que as coisas mudem e a gente chegue perto do top-10”, encerrou.
 
Por completar mais de 90% da corrida, Alonso foi computado na 16ª posição. Stoffel Vandoorne cruzou a linha de chegada em 12º.

//