F1
11/06/2016 14:52

Com 'trio-de-ferro' separado por apenas 0s5, Vettel põe Ferrari na frente do terceiro treino no Canadá

Para quem esperava ver um novo domínio de Lewis Hamilton, a grande performance de Sebastian Vettel no fim da manhã deste sábado não deixou de ser uma surpresa. A surpresa ainda maior ficou por conta do equilíbrio entre Ferrari, Red Bull e Mercedes, com apenas 0s5 separando os seis primeiros carros. Assim, tudo aponta para um treino classificatório emocionante logo mais
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Sebastian Vettel em Montreal (Foto: Ferrari)

Surpresa na manhã deste sábado (11) em Montreal. Lewis Hamilton, dominante nos dois primeiros treinos do fim de semana no Canadá, passou longe da liderança da terceira e última sessão antes do treino classificatório no circuito Gilles Villeneuve. A grande surpresa foi a presença de Sebastian Vettel na ponta, indicando que a previsão de Maurizio Arrivabene, que disse que o mundo veria "uma nova Ferrari" no Canadá, pode mesmo estar certa. O alemão completou uma grande sequência de voltas com os pneus ultramacios para registrar 1min13s919, a melhor marca do fim de semana até então, para posicionar o time de Maranello no topo da tabela de tempos.

Mais surpreendente que Vettel na frente foi ver o equilíbrio de forças entre as três principais equipes da F1. Mas a Mercedes, que domina a categoria desde 2014, ficou atrás da Ferrari e da própria Red Bull. Max Verstappen foi o segundo colocado, ficando a 0s239 do tempo estabelecido por Seb. Nico Rosberg foi o melhor posicionado entre os pilotos da Mercedes, distante 0s397 da ponta. Kimi Räikkönen ficou longe de Vettel, mas foi o quarto, sendo mais rápido que Hamilton. Daniel Ricciardo, com a outra Red Bull, voltou a ficar atrás de Verstappen. A diferença de Vettel para Ricciardo foi de meros 0s568.

Carlos Sainz, mantendo a boa performance da Toro Rosso, foi o sétimo, à frente de Fernando Alonso com sua McLaren. Sergio Pérez veio em nono com a Force India, enquanto Felipe Massa, discreto, foi o décimo com sua Williams, 0s971 atrás do tempo de Vettel. Felipe Nasr, por sua vez, deu sequência ao seu calvário na F1 em 2016. O piloto da Sauber foi apenas o 20º, à frente apenas dos dois pilotos da Manor. O treino acabou sendo encerrado minutos antes em razão de um acidente sofrido por Kevin Magnussen, que bateu sua Renault na curva 3 do circuito canadense. O dinamarquês, contudo, escapou sem maiores problemas.
Sebastian Vettel foi a grande estrela do terceiro treino livre em Montreal (Foto: Ferrari)
Saiba como foi o terceiro treino livre do GP do Canadá de F1

Sem perder tempo, os pilotos do grid logo deixaram os boxes para as primeiras voltas rápidas do sábado. E quem abriu a tabela de tempos foi Sebastian Vettel. Com pneus macios, o tetracampeão cravou 1min22s568, uma marca ruim, já que Seb errou na chicane que antecede a curta reta dos boxes. Prova disso é que Kimi Räikkönen, em seguida, cravou 1min18s089, também com pneus macios.

A pista estava bem fria: 19ºC e temperatura do asfalto, enquanto a temperatura ambiente beirava os 14ºC diante de um céu nublado e com possibilidade de chuva para as próximas horas.
Empate no topo da tabela de tempos? Foi assim no começo do terceiro treino livre (Foto: Twitter/Reprodução)

Não durou muito tempo a marca de Räikkönen. Daniel Ricciardo tratou de mostrar a força da Red Bull. Mas com pneus supermacios, o australiano anotou 1min14s955. A dobradinha era completada por Max Verstappen, enquanto Alonso vinha provisoriamente em terceiro, fazendo uso dos pneus ultramacios. Em seguida, Verstappen subiu para a ponta ao anotar 1min14s636. Segundos depois, Ricciardo estabeleceu a mesma marca do holandês.

Aí foi a vez dos carros da Mercedes darem as caras. Em suas primeiras voltas rápidas, Hamilton anotou 1min15s014 com os ultramacios, enquanto Rosberg foi bem melhor, com 1min14s684. O britânico melhorou seu tempo para 1min14s473, mas ficou atrrás de Verstappen, que fez uma vola voadora para se garantir na frente com 1min14s310, 0s163 mais rápido que o tetracampeão. A Red Bull continuava com os supermacios, enquanto os dois carros da Mercedes vinham com pneus roxos.
Detalhe da câmera de Romain Grosjean em Montreal (Foto: Reprodução/Twitter)
Hamilton continuou na pista para tentar se aproximar de Verstappen em termos de tempo. Mas quem fez melhor foi Vettel, que completou um bom stint com os pneus ultramacios para colocar de novo a Ferrari na frente ao cravar 1min14s139, o melhor tempo do fim de semana até então. A sessão mostrava um momento de equilíbrio de forças entre Mercedes, Red Bull e Ferrari, com menos de 0s3 separando as três equipes.

Restando pouco mais de meia hora para o fim da sessão, Daniil Kvyat, que vinha discreto e em 17º no treino, escapou na curva 3 do circuito Gilles Villeneuve. Mas o russo da Toro Rosso conseguiu voltar à pista sem bater seu carro. Minutos depois, a chuva começou a dar as caras em Montreal, com algumas gotas aparecendo na pista.


Mas o alemão ignorou até a chuva e a Renault de Kevin Magnussen, que atrapalhou sua volta. Vettel, usando mais um set de pneus ultramacios, cravou 1min13s919 para consolidar uma grande performance em Montreal. Verstappen continuava em segundo, enquanto Rosberg melhorava sua marca para subir para terceiro, à frente de Räikkönen e Hamilton.

A pista já um tanto úmida fazia com que os pilotos cometessem alguns erros, sobretudo na curva 1, como Vettel e Hamilton. Mas quem errou mesmo, já no fim da sessão, foi Magnussen. Na passagem pela curva 3, o piloto da Renault perdeu o controle do seu carro e bateu forte no muro, forçando a direção de prova a acionar a bandeira vermelha, que acabou por encerrar de forma prematura o terceiro e último treino livre do fim de semana.

F1, GP do Canadá, Circuito Gilles Villeneuve, treino livre 3:

1 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI   1:13.919   21
2 33 MAX VERSTAPPEN HOL RED BULL TAG HEUER   1:14.158 +0.239 19
3 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES   1:14.316 +0.397 22
4 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI   1:14.332 +0.413 21
5 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES   1:14.334 +0.415 19
6 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL TAG HEUER   1:14.487 +0.568 22
7 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO FERRARI   1:14.655 +0.736 21
8 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA   1:14.801 +0.882 19
9 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES   1:14.886 +0.967 21
10 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES   1:14.890 +0.971 18
11 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES   1:14.918 +0.999 20
12 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES   1:14.985 +1.066 20
13 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA   1:15.023 +1.104 17
14 26 DANIIL KVYAT RUS TORO ROSSO FERRARI   1:15.199 +1.280 20
15 21 ESTEBAN GUTIÉRREZ MEX HAAS FERRARI   1:15.444 +1.525 16
16 30 JOLYON PALMER ING RENAULT   1:15.656 +1.737 19
17 8 ROMAIN GROSJEAN FRA HAAS FERRARI   1:15.704 +1.785 14
18 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI   1:16.078 +2.159 24
19 20 KEVIN MAGNUSSEN DIN RENAULT   1:16.085 +2.166 17
20 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI   1:16.326 +2.407 24
21 94 PASCAL WEHRLEIN ALE MANOR MERCEDES   1:16.622 +2.703 18
22 88 RIO HARYANTO INA MANOR MERCEDES   1:16.901 +2.982 15
    TEMPO 107% TL3     1:19.093 +5.174  
                 
RECORDE RALF SCHUMACHER ALE WILLIAMS   1:12.275 12/06/2014  
MELHOR VOLTA RUBENS BARRICHELLO BRA FERRARI   1:13.622 13/06/2014  

Que tal participar do Fantasy F1 e concorrer a prêmios? Inscreva-se no 'Fantasy F1 Grand Prix du Canada (RtAD) 2016'.

Funciona assim: forme uma equipe com um orçamento de 115 milhões de euros. Seus pilotos marcarão pontos com base nos resultados das corridas (pontos de corrida) e na diferença entre a posição final e a posição da qualificação (pontos de bônus).

Ficou interessado? Vem e entre nesta com a gente.
 
PADDOCK GP #32 DEBATE MotoGP, F1, INDY E STOCK CAR