F1
27/04/2017 07:14

FIA define novas regras para melhor identificação dos pilotos e aumenta tamanho de números e nomes nos carros

A FIA decidiu intensificar o cumprimento das exigências do regulamento quanto à identificação dos pilotos. Agora, os números dos competidores nos carros devem ser maiores e mais visíveis, assim com o nome, que pode aparecer abreviado como na tela de cronometragem
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
 

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) confirmou a intenção de impor regras mais rígidas quanto ao tamanho dos números dos pilotos nos carros e da própria identificação dos competidores. A iniciativa é mais um passo na direção de gerar uma maior interação com os fãs. As mudanças serão colocadas em prática a partir do GP da Espanha, no início de maio.
 
Em uma carta enviada às equipes, Charlie Whiting afirma que os números de corrida devem ter pelo menos 230mm de altura e que os nomes devem ter 150mm, colocados na parte externa da carroceria. As equipes também têm a opção de usar a abreviatura da tela de cronometragem. Ou seja, Lewis Hamilton pode utilizar apenas o 'HAM', por exemplo, enquanto Sebastian Vettel somente o 'VET'. 
 
A ideia também é melhorar a identificação dos competidores nas transmissões televisivas, obedecendo à risca o artigo 9.2 do livro de regras, que estabelece: "O número deve ser claramente visível na frente do carro e no capacete do piloto."
Os números terão ser maiores a partir do GP da Espanha (Foto: Ferrari)

Já o artigo seguinte, o 9.3, diz: "O nome ou o emblema da marca do carro deve figurar no bico do monoposto e, em ambos os casos, ter pelo menos 25mm na sua maior dimensão. O nome do piloto deve aparecer na parte externa do carro e ser claramente legível".
 
"Nós achamos que, para ser claramente legível, os nomes devem ter não menos do que 150mm, ter uma espessura mínima de 30mm e ser de uma cor claramente contrastante ao seu fundo", disse o diretor de prova da F1.
 
Por fim, Whiting confirmou que o não cumprimento das novas exigências pode impedir o competidor de participar do evento. "Para cumprir plenamente o regulamento esportivo da F1, esperamos que todos os carros sejam apresentados em Barcelona com essa nova identificação", concluiu.
 
As alterações foram discutidas nesta semana, quando o Grupo de Estratégia e a Comissão de F1 se reuniram para acertar também outros pontos do regulamento para 2018, que incluíram a adoção de uma proteção para cockpit, além da restrição ao uso da barbatana e da asa-T.
 
PADDOCK GP #75 DEBATE: FERNANDO ALONSO VAI SE DAR BEM NA INDY 500?



Últimas Notícias
sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
MotoGP
Rali
Outras
MotoGP
F1
F1
F1
F-E
F1
F1
F1
F1
quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
F1
Rali
Rali
Galerias de Imagens
Facebook