DTM ganha versão americana com primeira temporada prevista para acontecer em 2015

Nesta terça-feira (26), o Grand-Am, a IMSA, a Associação Internacional do Esporte a motor, e a ITR, a Associação Internacional de Corridas de Carros de Turismo, anunciaram acordo para promover a versão americana do DTM

A versão americana do DTM foi oficializada nesta terça-feira (26) durante um evento na cidade de Nova York. A nova categoria é resultado de um acordo entre o Grand-Am, a IMSA (Associação Internacional do Esporte a motor, em inglês) e da ITR, a Associação Internacional de Corridas de Carros de Turismo, entidade que administra o campeonato alemão.

O acordo tem objetivo dar a largada para a categoria em 2015, possivelmente correndo em conjunto com a United Sportscar, série que resultou com a fusão do Grand-Am com o American Le Mans Series e terá início já no próximo ano. Ed Bennett, chefe do Grand-Am, afirmou que ainda há muito trabalho pela frente para tornar a série uma realidade, mas que se sentia satisfeito em poder anunciar o acordo com os alemães. "O objetivo é fazer o lançamento da categoria em 2015 ou 2016", disse à imprensa.

"Mas acho importante compartilhar com o mundo essa notícia e tornar de conhecimento público na América do Norte. Hoje podemos confirmar que todos os elementos para este novo campeonato estão no lugar", completou.

DTM terá versão americana (Foto: DTM)

Todos os três fabricantes que participam do DTM foram representados na assinatura do acordo e prometeram apoio total à nova categoria. Entretanto, apenas Jens Marquardt, diretor de competições da BMW, esteve presente no anúncio. "A BMW apoia plenamente o novo campeonato. Acho que hoje estamos muito no início de uma plataforma de corrida que será bastante emocionante para os EUA", salientou o dirigente da marca bávara.

Hans-Werner Aufrecht, chefe do DTM, se mostrou contente também com o acordo e ressaltou ainda que o novo regulamento do campeonato alemão de turismo agora "oferece uma plataforma global para os fabricantes e oportunidades para correr em uma mesma base técnica, o que é atrativo para os principais mercados, como a América do norte, a Ásia e a Europa".

Bennett ainda falou em um campeonato com oito etapas no primeiro ano da categoria, “com a possibilidade de acrescentar mais uma no futuro”. E o formato planejado são corridas com duração entre 1h10min e 1h15min.

O anúncio do novo campeonato acontece após cinco anos de negociações entre o ITR e o Grand-Am.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube