FE

Chefe da Mercedes elogia novo carro e diz que Fórmula E se tornou interessante “contra todas as probabilidades”

O diretor-executivo da Mercedes, Toto Wolff, não poupou elogios para Alejandro Agag e a Fórmula E. O austríaco, principal articulador da entrada da marca de Stuttgart na categoria dos bólidos elétricos, vê a FE como um sucesso improvável
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Toto Wolff (Foto: Mercedes)

A Fórmula E é a queridinha das grandes fábricas da indústria automotiva. Tal fato é inegável atualmente e reforçado a cada elogio proferido por algum nome forte do esporte a motor internacional. E Toto Wolff, diretor-executivo da divisão de esportes da Mercedes, foi o último a se deleitar com o trabalho de Alejandro Agag na categoria dos carros elétricos.
 
Já definida como uma construtora a partir da temporada 2019/20 da FE, a Mercedes deixou claro desde o ano passado que desejava entrar num futuro próximo. Na temporada que vem, a equipe afiliada HWA entrará como cliente provavelmente da Venturi, que conta com Maro Engel e Edoardo Mortara como pilotos. Ambos têm ligação com a Mercedes.
 
De acordo com Wolff, o crescimento da Fórmula E é impressionante porque aconteceu contra a correnteza.
 
"A FE é uma plataforma excelente e, contra todas as probabilidades, Alejandro Agag e sua equipe construíram uma categoria que é interessante para muita gente", afirmou.
Toto Wolff (Foto: Mercedes)

Wolff também se mostrou maravilhado com o novo carro, apresentado pela FE na semana passada.
 
"Conselhos de executivos estão falando sobre, e o que ele [Agag] e seu time estão fazendo é realmente incrível. Vimos desenhos do novo carro que estreia no ano que vem, está incrível e é um conceiro totalmente novo", elogiou.
 
"Eu gosto de abrir os horizontes para novos campeonatos. Estamos animados em entrar na Fórmula E", encerrou.