Acidente no fim do Q3 deixa Tsunoda com “sentimentos mistos” no Azerbaijão

A melhor classificação de Yuki Tsunoda na Fórmula 1 terminou com um acidente no Q3. O japonês, mesmo assim, larga da sétima posição no GP do Azerbaijão

Leclerc surpreende e é pole: assista aos melhores momentos da classificação da F1 no Azerbaijão (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Por um lado, Yuki Tsunoda foi ao Q3 pela primeira vez. Por outro, terminou o sábado (5) batendo e causando bandeira vermelha em Baku. O momento é de reflexão para o japonês, que já começa a se desculpar com a AlphaTauri após perceber que passou do ponto ao tentar melhorar a posição de largada no GP do Azerbaijão.

“Entrei tarde demais na freada e fui para o muro. Travei os pneus quando mergulhei tarde e não tinha chance alguma de fazer a curva, foi muro direto. Uma pena”, lamentou o piloto, sétimo no grid após a punição de Lando Norris.

“É minha primeira vez no Azerbaijão e foi positivo melhorar meu ritmo no Q3. Minha primeira volta no Q3 foi boa. Estou feliz, definitivamente. O sentimento é misto, para ser honesto. Comparado a Mônaco é muito mais fácil de de ultrapassar. Para os mecânicos: sinto muito”, seguiu.

Yuki Tsunoda larga em sétimo em Baku (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sobre os perigos de ser punido por algum dano que precise ser reparado com mudanças de componente no carro da AlphaTauri, por conta do acidente, mostrou certo pessimismo. “Tenho que me preocupar com a caixa de câmbio”.

Tsunoda larga em Baku com uma missão clara: voltar a pontuar na Fórmula 1. Depois de uma estreia empolgante no Bahrein, onde foi nono colocado, o japonês abriu sequência de quatro GPs fora do top-10. Além disso, cometendo erros e sendo amplamente dominado pelo companheiro Pierre Gasly. Este, por sinal, larga em quarto na corrida deste fim de semana.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar