Prost lembra chegada à Alpine e admite que Alonso surpreendeu: “Sem jogo político”

Diretor não-executivo da Alpine na época, Alain Prost admitiu que ficou "muito preocupado" com chegada de Fernando Alonso à equipe francesa em 2021, mas que logo se surpreendeu com o bicampeão

Conselheiro e diretor não-executivo da Renault — e depois Alpine — na Fórmula 1 entre 2015 e 2021, Alain Prost se lembra muito bem do dia em que Fernando Alonso foi anunciado como novo reforço da equipe francesa. O tetracampeão admitiu que ficou “muito preocupado” com a chegada do espanhol à esquadra de Enstone, mas que logo começou a enxergar o bicampeão de outra forma.

Alonso decidiu abandonar a categoria principal do automobilismo depois de sua empreitada malsucedida com a McLaren entre 2015 e 2018, visto que a equipe de Woking nunca lhe entregou um carro realmente competitivo. Após passar alguns anos se aventurando em outros campeonatos, o asturiano decidiu retornar à F1 em 2021, assinando um contrato com a Alpine.

Relacionadas


Prost, que na época ocupava a função de diretor não-executivo da esquadra francesa, admitiu que ficou surpreso com Fernando. “Quando ele chegou para seu primeiro ano na Alpine em 2021, fiquei rapidamente impressionado com ele”, disse o eterno rival de Ayrton Senna à revista inglesa Motorsport Magazine. “Não só na pista, mas também fora dela”, continuou.

“Isso se deve principalmente à maneira como ele aborda as coisas”, acrescentou Prost, que ficou encantado com a dedicação do espanhol em ajudar a equipe na época.

Fernando Alonso foi piloto da Alpine em 2021 e 2022 antes de se juntar à Aston Martin (Foto: Alpine)

O francês de 68 anos, no entanto, reconheceu que, em um primeiro momento, ficou preocupado com a chegada do espanhol, visto que o mesmo tinha a fama de ser uma pessoa complicada de lidar. “Fiquei muito preocupado antes de ele chegar”, admitiu. “Mas ele me surpreendeu positivamente. Ele era muito bom, sem problemas e sem jogo político”, concluiu.

Prost manteve uma posição dentro da Alpine até o início de 2022, quando, um pouco antes do início da temporada, o time comunicou o seu desligamento. Na época, o ex-piloto criticou a escuderia por mostrar “falta de respeito” por ele.

O mesmo aconteceu com Alonso, no mesmo ano, quando o espanhol esperava renovar o seu contrato com a equipe por mais algumas temporadas. No entanto, o espanhol alegou “falta de profissionalismo” por parte da Alpine e decidiu fechar acordo com a Aston Martin para 2023, em uma mudança que provou ser muito bem-sucedida.

A Fórmula 1 retornas às pistas entre os dias 21 e 23 de fevereiro, com os testes coletivos de pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.