Prost vê Alonso como melhor piloto no grid da Fórmula 1: “Visão de corrida inacreditável”

Fernando Alonso conquistou seu melhor resultado desde retorno à Fórmula 1 no GP do Catar, e foi elogiado por ninguém menos que Alain Prost, tetracampeão mundial

F1 NO CATAR: HAMILTON VENCE, VERSTAPPEN 2°, ALONSO NO PÓDIO | Briefing

Lewis Hamilton venceu o GP do Catar de Fórmula 1 e botou ainda mais fogo na disputa pelo título da categoria, mas diferentemente do Brasil, desta vez precisou dividir os holofotes com outro piloto no pódio. Fernando Alonso, aos 40 anos de idade, voltou a terminar uma corrida entre os três primeiros pela primeira vez desde 2014, e com a Alpine — que não costuma andar entre os ponteiros. Conselheiro da Renault, que por sua vez é dona da escuderia francesa, Alain Prost não economizou nos elogios ao espanhol.

“Para mim, ele é o melhor piloto na pista”, opinou Prost. “A visão geral que ele tem da corrida é inacreditável, assim como seu entendimento dos pneus, os comentários que ele faz sobre o carro e a forma como ele alimenta os engenheiros [com informações]”, afirmou.

Aos 66 anos de idade, o tetracampeão mundial pela Fórmula 1 em 1985, 1986, 1989 e 1993 reconheceu que teve dúvidas sobre o retorno do espanhol à categoria. Alonso ficou fora da F1 por dois anos, após deixar a McLaren, e fez seu retorno apenas em 2021. Prost reconheceu que o veterano é um piloto diferente em sua nova passagem.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

FERNANDO ALONSO; GP DO CATAR; LOSAIL; FÓRMULA 1; F1;
Fernando Alonso festejou um pódio histórico para sua carreira no Catar (Foto: Alpine)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Fernando [Alonso] sempre me disse que se tornou uma pessoa diferente, e devo dizer que ele estava certo”, disse. “Ele está totalmente a serviço da equipe, e isso é muito bom para o time”, encerrou.

O último pódio de Alonso na Fórmula 1 foi quando terminou o GP da Hungria de 2014 em segundo lugar, ainda como piloto da Ferrari. Este foi o primeiro ano da era híbrida na categoria, que viu o surgimento da dominância da Mercedes, que venceu todos os campeonatos disputados até então. Após a disputa, o piloto não deixou de ressaltar o resultado em seu jeito característico.

“Com todo respeito, eu estou dividindo o pódio com Lewis Hamilton e Max Verstappen”, disse Fernando à DAZN. “Não é com qualquer um”, encerrou.

A Fórmula 1 volta a acelerar em duas semanas com a disputa do primeiro GP da Arábia Saudita da história da categoria, entre os dias 3 e 5 de dezembro.

O resumo com os melhores momentos do GP do Catar de F1 (Vídeo: F1)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar