Albon vê pódios “ainda muito longe” da Williams na F1 e projeta data: “2026 ou 2027”

Alexander Albon afirmou que está focado no trabalho na Williams, mas lamentou o fato de que ainda vai demorar alguns anos para poder brigar pelas primeiras posições

Alexander Albon reconheceu que a Williams está evoluindo em meio ao seu processo de reestruturação na Fórmula 1, mas admitiu que ainda pode demorar um pouco para a equipe voltar a brigar constantemente por pódios. De acordo com a projeção do #23, a briga pelas primeiras posições deve começar a acontecer a partir de, no mínimo 2026. Por isso seu futuro com a equipe pode estar em jogo.

Depois das boas exibições em 2023 e de ser responsável por 27 dos 28 pontos da Williams no ano passado, Albon chamou a atenção das equipes de ponta. O nome do anglo-tailandês, inclusive, passou a ser especulado na Red Bull, no lugar de Sergio Pérez, e na Mercedes, como substituto de Lewis Hamilton, a partir do início 2025. Embora o próprio piloto tenha deixado seu futuro em aberto, James Vowles, chefe da equipe, reforçou que ele tem contrato assinado até o fim de 2025.

Relacionadas


Ainda que possa existir algumas propostas na mesa, Albon reforçou o compromisso com a Williams e elogiou a relação com o chefe Vowles. O piloto, no entanto, lamentou o fato de ter de esperar mais alguns anos para brigar pelas primeiras posições.

“James [Vowles] é extremamente envolvido com a equipe e sempre me mantém atualizado sobre o progresso da equipe, as áreas em que precisamos trabalhar, as áreas que eu poderia ajudá-lo a melhorar. Ele é muito aberto nesse sentido, o que obviamente é uma coisa muito boa de se ter. Um bom relacionamento com o chefe da equipe vai levar tempo”, disse o #23.

A Williams apresentou o carro para 2024 (Foto: Williams)

“Acho que 2026/2027 é o período em que vamos lutar consistentemente pelos pódios e, obviamente, isso está muito longe. Só tenho que estar feliz com a jornada e com o progresso que estamos fazendo. Isso deixa bem claro onde vejo a equipe e onde quero que ela esteja”, finalizou Albon.

Graças aos esforços do anglo-tailandês a Williams terminou o Mundial de Construtores na sétima colocação, melhor resultado desde 2017. A Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.