Sainz lamenta fim de semana da Ferrari em São Paulo: “Tivemos problema desde o início”

Após concluir o GP de São Paulo na sexta posição, Carlos Sainz afirmou que a Ferrari não conseguiu resolver os problemas da SF-23 e se adaptar ao traçado de Interlagos

Carlos Sainz ficou distante da briga com Red Bull, Aston Martin e Lando Norris, da McLaren, pelo pódio, mas ao menos conseguiu sobreviver ao problema na embreagem para terminar o GP de São Paulo na sexta posição. Após cruzar a linha de chegada mais de 50s atrás de Max Verstappen, vencedor da corrida, Sainz afirmou que a Ferrari não conseguiu encontrar um ritmo competitivo devido às adversidades enfrentadas desde o início do fim de semana em Interlagos.

“No acumulado do fim de semana, tivemos um problema desde o início das atividades, não conseguimos nos ajustar e adaptar ao circuito, e tivemos problemas com as largadas. É uma pena”, iniciou o espanhol, em coletiva acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.

A justificativa para a falta de desempenho na largada foi o problema na embreagem. Em um rádio para a equipe logo após o início, que ficou marcado pelo acidente entre Alexander Albon e Kevin Magnussen, Sainz criticou o equipamento e disse que a engrenagem deveria ser jogada no lixo quando voltasse à Maranello.

Embora taxativo na conversa com a equipe, o piloto do carro #55 não quis criar polêmica com o problema ao final da prova. “Sim, tivemos um problema de embreagem que já tínhamos enfrentado antes, mas não foi um grande problema de confiabilidade”, afirmou. “Largamos bem durante todo o ano, mas desde o TL1, percebi rapidamente que enfrentaríamos muitos problemas”, prosseguiu.

Carlos Sainz sofreu com problemas na embreagem em Interlagos (Foto: Rodrigo Berton/Warm Up)

Questionado sobre o problema hidráulico que tirou Charles Leclerc da corrida ainda na volta de apresentação, Sainz ficou aliviado por não ter enfrentado a mesma situação que o companheiro, mas lamentou que Leclerc tenha perdido a oportunidade de conquistar pontos importantes para a Ferrari na disputa com a Mercedes pelo segundo lugar no Mundial de Construtores.

“Graças a Deus nada aconteceu comigo. É uma pena, porque acho que o Charles teria uma ótima oportunidade na corrida de tirar pontos da Mercedes neste fim de semana, mas também o ritmo do carro não estava muito bom. A Aston Martin, a McLaren e a Red Bull estavam um pouco à frente e não conseguimos lutar muito contra eles. Então, sim, perdemos a oportunidade”, concluiu.

Com o sexto lugar em Interlagos combinado com a segunda colocação de Norris no GP de São Paulo, Sainz caiu da quinta para a sexta colocação no Mundial de Pilotos. A desvantagem agora é de 3 pontos para o britânico da McLaren.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL e cobre o GP de São Paulo de Fórmula 1 ‘in loco’ com Evelyn GuimarãesGabriel CarvalhoGabriel CurtyJoão Pedro NascimentoLuana MarinoPedro Henrique Marum Rodrigo Berton. Em SEGUNDA TELA, o GP acompanha a etapa com transmissões da classificação, da sprint e da corrida. Na sexta-feira, no sábado e no domingo, o BRIEFING repercute tudo que acontece na etapa brasileira.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🔴AO VIVO! F1 2023 em São Paulo: tudo sobre a CORRIDA | Briefing
🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.