Chefão da F1 se contradiz, critica estilo de vida de Hamilton e muda discurso: “Não quero que todo mundo seja como Lewis”

Meses depois de elogiar Lewis Hamilton e dizer que o britânico ajuda a promover a F1, diferente de Sebastian Vettel e Nico Rosberg, Bernie Ecclestone adotou tom completamente distinto e bradou contra os “excessos” do bicampeão, ao passo que rendeu elogios ao piloto da Ferrari

Em junho, Bernie Ecclestone exaltou em verso e prosa o nome de Lewis Hamilton e o considerou como o piloto que mais promove a F1, elogiando sua postura midiática e, ao mesmo tempo, criticando Sebastian Vettel e Nico Rosberg pela discrição fora da pista. Entretanto, o chefe supremo da F1 parece ter mudado de opinião poucos meses depois.

Em entrevista ao diário alemão ‘Bild am Sonntag’, Ecclestone classificou o estilo de vida festeiro de Hamilton como “excessivo”: “Talvez ele tenha ido um pouco longe demais nos últimos meses. Não sei se isso é bom para ele”, declarou o dirigente.

Ecclestone entende que foi injusto com Vettel. E aproveitou para criticar modo de vida de Hamilton (Foto: AP)

A afirmação de Ecclestone vai em direção oposta ao que Lewis escreveu em sua coluna no site da emissora BBC. O bicampeão do mundo bateu forte contra seus críticos e garantiu que vive a melhor fase da vida e da carreira e, por isso, deixou claro que não vai mudar.

Por outro lado, Bernie elogiou Vettel. Meses atrás, o dirigente supremo da F1 chegou a dizer que Nico Rosberg e o próprio Vettel “não são tão bons para meu negócio” e ainda deu a entender que os pilotos desempenharam certo papel para a não-realização do GP da Alemanha neste ano, cancelado pela falta de acordo entre o circuito de Hockenheim e Ecclestone.

Mas agora, o discurso é bem diferente: “As pessoas estão começando a respeitar o fato de que Sebastian é assim. Não quero que todo mundo seja como Lewis. Talvez tenha sido injusto criticar Sebastian. Na verdade, ele é um pouco como eu. Não queremos ser o centro das atenções”, disse Bernie, fazendo um mea-culpa.

“Quero trabalhar e, se não acontecer nenhuma coisa urgente, então verei se posso fazer com que algo aconteça. Deixo o grande espetáculo para os outros”, complementou Ecclestone, amenizando o tom crítico outrora empregado a Vettel.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube