Chefe da McLaren diz que desenvolvimento do novo carro “correu como esperado” e prevê evolução

A McLaren não teve sustos com o desenvolvimento do carro de 2019, aponta Zak Brown. O chefe da equipe conta com um modelo mais rápido, apesar de reconhecer que as equipes rivais também vão trilhar o caminho da evolução

Ainda falta algum tempo até que a McLaren teste o carro de 2019 na pista, mas o clima interno já é de otimismo. A equipe que sofreu com um MCL33 problemático ao longo de 2018 já sente que o sucessor tem potencial para trazer mais sucesso de volta para Woking.
 
“Estamos na expectativa de um bom carro”, definiu Zak Brown, chefe da McLaren, em entrevista ao site ‘Motorsport.com. “O desenvolvimento da pré-temporada correu de acordo com o esperado, mas você nunca sabe o que a concorrência vai fazer. E a concorrência é dura, cada vez mais dura. Precisamos de feedback dos pilotos, porque vai ser um carro muito diferente do de 2018”, seguiu.
As primeiras impressões do novo carro da McLaren são positivas (Foto: Reprodução/Twitter)
Do ponto de vista do feedback, 2019 é um ano diferente para a McLaren. A equipe não conta mais com a experiência de Fernando Alonso. Para seu lugar, o substituto é o ainda jovem Carlos Sainz Jr., vindo da Renault. Mais jovem ainda é Lando Norris, em temporada de estreia. Mesmo assim, Brown conta com ambos para tocar a recuperação da escuderia.
 
“Queremos que eles corram para valer. É claro que companheiros correm para valer um contra o outro, mas eles se dão bem e são bons rapazes. Para que a equipe avance, precisamos dos dois carros nos pontos. Eles sabem disso”, encerrou.
 
A McLaren lança o MCL34, carro da temporada 2019, em 14 de fevereiro. O primeiro GP com o novo modelo, por sua vez, fica para 17 de março – GP da Austrália, em Melbourne.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube