F1

Chefe da Red Bull diz que é “injusto” comparar Gasly com Verstappen já em 2019: “É um desafio”

Christian Horner, chefe da Red Bull, nem conta com Pierre Gasly brigando de igual para igual com Max Verstappen no começo de 2019. O dirigente frisa confiança no francês, mas ressalta que o processo de adaptação pode ser complicado
Warm Up / Redação GP, de Berlim
 Max Verstappen e Pierre Gasly (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Pierre Gasly e Max Verstappen vão pilotar os mesmos carros na Red Bull em 2019, mas Christian Horner vai esperar algum tempo antes de fazer uma comparação direta de desempenho. O chefe da Red Bull espera que a adaptação à nova casa exija algum tempo antes que o francês alcance sua melhor forma.
 
“Acho que seria injusto esperar que ele [Gasly] esteja desafiando o Max [Verstappen] de imediato”, disse Horner, perguntado pela revista britânica ‘Autosport’. “Precisamos de tempo para que ele se encaixe na equipe. O Max está em uma fase muito forte e é um dos talentos de maior destaque da F1 no momento. O Daniel [Ricciardo] sofreu em classificações contra o Max, mas eles têm ritmos de corrida comparáveis. Ano que vem vamos precisamos de tempo com o Pierre, mas ele tem grande habilidade. Está na F1 há um ano e já conseguiu fazer grandes corridas. Se você olhar para o Bahrein, Mônaco e Hungria, ele teve corridas de destaque”, destacou.
 
Mesmo contra Ricciardo, na Red Bull desde 2014, Verstappen já faz um 2018 consideravelmente melhor. A disputa interna da equipe mostra o holandês com soma de 216 pontos contra 146 do australiano.
Pierre Gasly vai ter um desafio em 2019, mas ganhou voto de confiança (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Gasly chega após uma temporada completa na Toro Rosso, com 29 pontos até aqui. Inicialmente se esperava que o francês ficasse em Faenza por mais um ano, mas a saída inesperada de Daniel Ricciardo para a Renault exigiu uma mudança de planos. 
 
“Acho que vai ser um desafio para o Pierre [Gasly], mas um desafio que ele está disposto a enfrentar. Ele passou pelo mesmo desenvolvimento que o Max [Verstappen] e chegou aqui porque acreditamos que ele é o melhor talento que surgiu, porque ele merece a chance nesse carro. Estamos com grandes expectativas sobre o Pierre para o próximo ano”, seguiu Horner.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br