Chefe da Red Bull felicita equipe por “agarrar chance” em “raro dia ruim” da Mercedes

A Red Bull sai de Mônaco com a vitória de Max Verstappen e a liderança nos dois campeonatos da Fórmula 1 em 2021. Para Christian Horner, o time foi bem demais ao aproveitar a chance desperdiçada pela Mercedes no principado

Max Verstappen não economizou palavrões ao saber da bandeira vermelha na classificação (Vídeo: Reprodução/F1)

A Red Bull conquistou, em Mônaco, a segunda vitória na temporada 2021 da Fórmula 1. Com uma atuação irretocável de Max Verstappen, e contando com os abandonos de Charles Leclerc e Valtteri Botttas, a equipe de Milton Keynes subiu no lugar mais alto do pódio e assumiu a liderança do Mundial de Construtores — contando com um discreto sétimo lugar de Lewis Hamilton, da Mercedes.

Após a quinta prova do campeonato, Christian Horner, chefe da equipe, comentou sobre a oportunidade necessária para virar o jogo na Fórmula 1. O dirigente ainda comentou os bons resultados de Verstappen e Sergio Pérez, primeiro e quarto colocados, respectivamente.

“Foi importante agarrar nossa chance aqui. A Mercedes teve um raro dia ruim e foi importante converter isso. Como equipe, fizemos isso. Deixamos Mônaco liderando os dois campeonatos pela primeira vez na era híbrida, então isso é realmente animador. Sabemos que ninguém garantiu nada, ainda tem um longo campeonato pela frente, mas estamos próximos de onde queríamos estar neste momento”, disse Horner.

Max Verstappen é o novo líder do Mundial de Pilotos. Holandês tem 105 tentos contra 100 de Lewis Hamilton. (Foto: Red Bull Pool Content/Getty Images)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O austríaco também comentou a situação da Ferrari e de Charles Leclerc. O monegasco, pole-position da prova, sequer partiu após o carro apresentar um problema ainda não identificado a caminho do grid de largada.

“Você acaba se sentindo mal por eles. Obviamente havia um risco calculado, mas que não se pagou”, afirmou.

“O Max ficou chateado ontem. Não conseguimos ver o que aquela volta dele entregaria, mas ele lidou bem com a frustração e, hoje, quando a oportunidade se apresentou, agarrou com as duas mãos. O Checo [Sergio Pérez] fez uma corrida muito, muito forte, foi uma grande performance também”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar