Com “algo a provar”, Vettel rejeita “fugir” da Ferrari antes do fim do ano

Sebastian Vettel garantiu que não vai pedir para sair da Ferrari no meio do campeonato. Segundo ele, sinal de respeito aos que trabalharam a seu lado nos últimos anos

Que Sebastian Vettel não estará de vermelho a partir da temporada que vem da Fórmula 1, todo mundo já sabe. O tetracampeão não terá o contrato renovado por uma Ferrari que já formou sua dupla de pilotos para 2021 em Charles Leclerc e Carlos Sainz. Ainda em 2020, entretanto, o carro já se mostrou complicado. Faz sentido continuar até o fim do ano? Segundo Vettel, sim.

O alemão foi questionado sobre isso durante a entrevista coletiva da FIA, realizada no Red Bull Ring antes do fim de semana do GP da Estíria, e foi taxativo: não fugirá das responsabilidades com as pessoas que trabalham a seu lado.

“Não, eu não acredito [numa saída prematura]. Não vou fugir. Acho que tenho algo a provar, especialmente a mim mesmo, e é para isso que estou aqui”, afirmou.

“É claro que muita gente da equipe me ajudou de várias formas nos últimos anos e, como questão de respeito, quero devolver esse suporte e terminar de forma decente. Não considero nem um pouco a possibilidade de fugir”, encerrou.

Após terminar o GP da Áustria, na mesma pista do GP da Estíria, na décima posição entre os 11 pilotos que viram a bandeira quadriculada, a temporada 2020 não começou promissora – ainda que Leclerc tenha ido ao pódio. A Ferrari tem de responder rapidamente e, por isso, já apareceu com novidades.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Estíria, no fim de semana, em tempo real.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube