Com rodada e longe dos pontos, Vettel resume GP de Eifel: “Um dia muito difícil”

A jornada de Sebastian Vettel em Nürburgring foi novamente muito aquém da sua condição de tetracampeão do mundo. Sem jamais ter andado entre os dez primeiros, o alemão teve um domingo restrito a lutas com Antonio Giovinazzi e Kevin Magnussen, terminando em 11º

Sebastian Vettel viveu mais um fim de semana abaixo da crítica na temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1. O tetracampeão do mundo largou na 11ª colocação no grid do GP de Eifel, neste domingo (11), em Nürburgring, mas jamais conseguiu se colocar como um postulante real aos pontos correndo em casa. O piloto foi protagonista de uma rodada no fim da reta ao tentar ultrapassar Antonio Giovinazzi, se envolveu em disputas no pelotão do meio também com Kevin Magnussen, mas cruzou a linha de chegada na mesma posição em que iniciou a corrida.

Enquanto Charles Leclerc terminou na sétima posição e somou pontos depois de ter largado na quarta colocação, Vettel enfrentou bem mais dificuldades que o companheiro de equipe.

SEBASTIAN VETTEL; ANTONIO GIOVINAZZI; RODADA; GP DE EIFEL; FÓRMULA 1; F1; NÜRBURGRING;
Sebastian Vettel roda no começo do GP de Eifel (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Gostaria de ter trazido alguns pontos para casa, mas, no geral, sofri muito com os pneus. Acho que a largada não foi ruim. Estava com os pneus médios e só perdi uma posição para a Alfa Romeo do [Antonio] Giovinazzi”, disse.

“No entanto, quando os meus pneus estavam na janela de temperatura correta, fiquei encaixotado atrás dele e estava lutando demais para ultrapassá-lo. Talvez, arrisquei demais e detonei meus pneus. Fui obrigado a ir para os boxes e, depois disso, foi muito difícil lutar”, admitiu Vettel.

“Com o safety-car no fim, achamos que teríamos uma chance de pontuar, lutamos com o Magnussen e também tentei passar o Giovinazzi. No fim das contas, simplesmente não conseguimos pegar o último ponto”, lastimou o tetracampeão, resignado.

“Foi um dia muito difícil”, concluiu o dono da Ferrari #5, que agora está a seis corridas de se despedir da casa de Maranello. Vettel somou apenas 1 ponto nas últimas cinco corridas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube