carregando
F1

Com venda de ingressos, Monza confirma GP da Itália em setembro

Ainda que o Liberty Media ainda não tenha publicado o novo calendário revisado para a temporada, a organização do GP da Itália se antecipou e assegurou a realização da corrida. E apesar de a arte anunciar uma nova data, a corrida tem previsão para ser disputada na data então pré-agendada, 6 de setembro. E com a presença do público

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
A temporada 2020 do Mundial de F1 vai contar com uma das etapas mais tradicionais e esperadas pelos fãs. Na tarde desta quinta-feira (7), a organização do GP da Itália se antecipou a qualquer anúncio feito pelo Liberty Media sobre o cronograma revisado para o campeonato e confirmou a realização da corrida na data previamente agendada no calendário original. A prova está marcada para os dias 4 a 6 de setembro em Monza. E com portões abertos.
 
Dentre os vários estudos feitos pela empresa dona da F1 para um novo calendário, um deles não fazia menção à presença do GP da Itália. Nesta fase em que medidas de relaxamento do isolamento social estão sendo tomadas em países como Áustria e Alemanha — o Campeonato Alemão de Futebol, a Bundesliga, vai voltar a partir de 16 deste mês —, a Itália segue a tendência depois de ter sido o grande epicentro da pandemia do novo coronavírus na Europa.
 
Após apresentar os piores números do mundo, especialmente na província da Lombardia, a Itália iniciou o processo de relaxamento do confinamento e já estuda a reabertura de estabelecimentos como bares e restaurantes. O país registrou 369 mortes na última terça-feira e já foi ultrapassado pelo Reino Unido, passando para a terceira posição no número de óbitos por coronavírus.
 
Ao todo, a Itália já registrou mais de 214 mil casos de Covid-19, com quase 30 mil mortes. A semana começou com a notícia de que, pela primeira vez, o país atingiu um número maior de pacientes curados do que infectados em um dia.
 
A confirmação da venda de ingressos para o GP da Itália é a primeira manifestação oficial de que uma das corridas previstas para ser disputada na Europa aconteça com portões abertos.
 
A tendência é que, caso os planos da F1 sejam cumpridos à risca, a temporada 2020 vai começar em 5 de julho com a disputa do GP da Áustria, com portões fechados. A proposta do Liberty Media é que o calendário tenha uma outra etapa, uma semana depois, no Red Bull Ring, com portões fechados, antes de viajar para Silverstone, palco da primeira corrida da história da categoria há quase 70 anos.
 

Paddockast #59
DUPLA IMPLACÁVEL: Daniel Serra e Ricardo Maurício


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.