Confira declarações após sexta-feira de treinos livres do GP da Bélgica de 2019

Charles Leclerc fez o melhor tempo do dia e Sebastian Vettel garantiu a Ferrari no topo da tabela de tempos dos treinos livres desta sexta-feira (30) - mas as declarações dos pilotos em Spa-Francorchamps deixam claro que todos esperam a Mercedes forte na partir do sábado

Em um dia dominado pela Ferrari, parece que Sebastian Vettel e Charles Leclerc aprenderam a não acreditar que a Mercedes ficou para trás. Apesar das declarações de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, que afirmam que observam os rivais acima, a dupla ferrarista se disse 'calejada'.

Enquanto os quatro favoritos duelam até nas palavras, Max Verstappen analisar suas chances após um dia longe do ideal, e Sergio Pérez e Lance Stroll comentam a força da Racing Point na pista, mas também os problemas no carro.

As férias da Fórmula 1 acabaram e as análises e comentários dos pilotos estão de volta em Spa-Francorchamps.

Sebastian Vettel (Foto: Beto Issa)

Confira as declarações dos pilotos:

Charles Leclerc, primeiro: Leclerc vê Ferrari forte, mas tem “quase certeza” de reação da Mercedes em Spa

Sebastian Vettel, segundo: Calejado, Vettel diminui vantagem da Ferrari em treinos livres: "O que importa é domingo"

Valtteri Bottas, terceiro: Impressionado, Bottas vê Ferrari “matando” Mercedes nas retas em Spa

Lewis Hamilton, quarto: Hamilton vê Ferrari “impressionante” em Spa, mas conta com reação “aos poucos”

Sergio Pérez, quinto: 5° no TL2, Pérez é pessimista sobre pane em motor: “Não parece bom”

Max Verstappen, sexto: Verstappen revela problema de potência em motor e vê “Ferrari muito rápida”

Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Kimi Räikkönen, sétimo: “Muito obrigado por perguntar sobre a minha perna. Está tudo ok. Tirando isso, não estou muito feliz com o dia hoje. O tempo de volta foi ok, mas nós temos muito trabalho a fazer com o acerto do carro e acredito que, se conseguirmos encontrar o equilíbrio correto, vamos poder melhorar amanhã.”

Lance Stroll, oitavo: “Hoje foi uma das melhores sextas-feiras que tivemos nesta temporada, então isso é promissor. Fizemos algumas voltas bem consistentes e o ritmo do carro parece bom, o que é aquilo que esperamos aqui em Spa. Sofremos alguns problemas de transferência de calor atrás do meu assento, então nós vamos analisar isso durante a noite, mas, no geral, estou otimista. É uma pena que tenhamos uma punição por motor, mas faz parte. Vamos fazer o possível na classificação, mas o foco está em acertar o carro para domingo, e então tentar passar o máximo possível de carros e marcar alguns pontos. Estou ansioso e confiante de que vamos ter um bom restante de fim de semana.”

Daniel Ricciardo, nono: “Foi um dia muito bom e é ótimo poder estar de volta. As férias não pareceram tão longas e tudo como um todo correu de forma normal. Estivemos no top-10 nas duas sessões, então acho que nós começamos com o pé direito, mas nós temos um pouquinho mais a buscar. Provavelmente não progredimos tanto quanto gostaríamos nesta tarde. Estamos lá, apenas com algumas peças para trabalhar. Fora isso, a pista é boa, o clima é bom, então vamos ver o que acontece.”

Alexander Albon, 10°: Em estreia pela Red Bull, Albon se sente em casa, mas se vê “engatinhando” com carro

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Carlos Sainz Jr., 11°: “Acho que foi uma sexta-feira mista. O primeiro treino foi bem encorajador pela forma como o carro se comportou e como a sessão se desenrolou. Em termos de tempo de volta, parecia estar tudo ok e o comportamento do carro foi bom. O segundo treino foi mais desafiador, definitivamente. Enfrentamos problemas de equilíbrio do carro e de aderência geral do carro. Precisamos analisar cautelosamente o que aconteceu para encontrar um pouco de tempo de volta para amanhã. A meta é sempre estar no Q3, então vamos ver se vamos poder voltar.”

Romain Grosjean, 12°: "Estive bem. Para minha surpresa, já me senti bem com o equilíbrio do carro logo na primeira volta. Depois ficou um pouco mais estranho, com o entendimento da aerodinÂmica. Essa é sempre a questão em Spa: tem de ser rápido nas retas, fazer as curvas tão bem quanto possa. Estamos avaliando que nível de carga aerodinâmica usaremos neste final de semana. Trabalhamos muito para descobrir o que podemos fazer melhor no futuro. Até hoje não havia andado com essa atualização de Hockenheim, que é melhor que a de Barcelona, então confio mais nela. Aqui há muito pouco apoio em curva, então sabemos que será um pouco complicado."

Nico Hülkenberg, 13°: “Nossa manhã foi boa e a tarde começou ok, mas foi um pouco estranha. Parece que o carro foi piorando ao longo do segundo treino com os pneus macios, então precisamos investigar o motivo. Temos algum trabalho a fazer tanto em ritmo de classificação como nos long-runs, mas estamos voltando à rotina de um fim de semana novamente. No entanto, é bom estar de volta nesta ótima pista depois das férias.”

Daniil Kvyat, 14°: “É ótimo estar de volta ao carro depois das férias de verão, e Spa é a pista perfeita para voltar. Como muitos outros pilotos sofrendo punições no grid, a corrida vai ser bastante interessante, já que alguns pilotos vão estar fora de posição. Vamos ver como vai ser amanhã. Esse tipo de pista pode ser muito bom ou muito ruim e, no momento, vem sendo bem ruim para nós. Hoje nosso carro não se adequou tão bem ao nosso carro como algumas outras. Vamos ver o que vamos poder encontrar para amanhã, mas não estou muito preocupado.”

Lando Norris, 15°: “O dia foi bom, fizemos as coisas que precisávamos ter feito. O carro parece que mudou um pouco desde o primeiro livre até o segundo, o que é algo que nós não esperávamos muito. Também, em termos de ritmo, nós sofremos um pouquinho na comparação com alguns dos outros caras, então há muitas coisas para analisar nesta noite. Foi um bom dia em termos do que fizemos, mas, em termos de ritmo, há ainda algo a buscar. Vamos trabalhar duro nesta noite e voltar com algumas boas ideias para amanhã.”

Carlos Sainz e Lando Norris (Foto: McLaren)

Antonio Giovinazzi, 16°: “Foi difícil encaixar tudo hoje. O potencial do carro está lá, mas eu sinto que não pudemos desbloqueá-lo em toda sua plenitude. No entanto, amanhã é o que vale. Estamos focados em melhorar para a classificação e fazer o melhor trabalho possível no restante do fim de semana. Nosso objetivo ainda é conseguir um bom lugar no grid.”

Pierre Gasly, 17°: “Foi um dia bem movimentado com a equipe, tentando me acostumar ao carro e aprender todos os novos procedimentos e o comportamento do carro. Foi a primeira vez trabalhando com este grupo de engenheiros, então tive muitas coisas a serem feitas hoje. Tínhamos um bom planejamento e, volta após volta, fui me acostumando ao carro, então acho que estamos evoluindo. Foi bem complicado em termos de ritmo para nós, então precisamos trabalhar e descobrir que rumo vamos tomar amanhã para sermos mais competitivos. Alguns pilotos vão ter punições neste fim de semana, então precisamos garantir que vamos ter um bom ritmo de corrida no domingo.”

Kevin Magnussen, 18°: "Hoje foi um dia um pouco complicado. Não foi a melhor sexta. Nos falta ritmo e tivemos problemas com a condução do carro. Trataremos de melhorar, pelo menos em parte, mas foi um começo duro. Faremos o melhor possível para nos recuperarmos. É uma pista difícil de se encontrar o nível adequado de carga aerodinâmica, também é difícil fazer render bem os pneus. É outro elemento que se faz incluso na tomada de decisão sobre a aerodinâmica e tudo mais. Se os pneus não andam, não andam. Temos que solucionar isso. Hoje também não dei 'stints' longos quanto devia, então ainda posso aprender com isso. Cruzo os dedos para que amanhã seja melhor."

George Russell, 19°: “Foram longas férias de verão, então fiquei feliz por voltar ao carro no segundo treino livre. No geral, o carro foi gostoso de guiar, e isso é muito bom em um ótimo circuito como este aqui. Sabíamos que seria difícil para nós, o ritmo está muito longe do ideal, metade da volta é em reta e estamos sofrendo nas curvas. Vamos analisar os dados e ver se podemos encontrar alguma melhoria para amanhã. No geral, vai ser um fim de semana complicado.”

Robert Kubica, 20°: “Diria que hoje foi como o esperado. Pilotar em Spa é sempre bom, já que é uma ótima pista para guiar. A impressão do carro infelizmente não é tão boa no momento. Espero que possamos resolver alguns problemas e melhorar a tocada do carro. Nosso ritmo, infelizmente, é esse, e a diferença para os carros da frente é muito grande.”

Nicholas Latifi: “Este foi provavelmente o primeiro treino que eu mais esperava em razão da natureza da pista. Há muitas mudanças no carro desde a minha última vez em treinos, em Le Castellet, e é difícil comparar o FW42 em circuitos distintos. De forma geral, percebi uma ligeira melhora do carro, apesar de ter rodado com uma asa traseira menor, fiquei satisfeito com minha sessão. Foi bastante limpa e consegui entregar o carro de volta para o George no segundo treino. No geral, foi ótimo pilotar um carro de F1 em Spa e estou ansioso pela minha nova jornada com a equipe.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube