Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres do GP da Espanha 2020

Lewis Hamilton fechou o primeiro dia de treinos como o mais rápido em Barcelona. Valtteri Bottas foi o segundo e Max Verstappen fechou o top-3

Os primeiros treinos livres para o GP da Espanha, realizados nesta sexta-feira (31), mostraram que a Mercedes continua a ser o time dominante que todos os outros buscam superar na quente Barcelona.

Valtteri Bottas foi o mais rápido no TL1, com a Mercedes #77. Lewis Hamilton comandou o segundo treino livre, seguido pelo companheiro de equipe. Max Verstappen foi o terceiro, com Daniel Ricciardo e o surpreendente Romain Grosjean fechando o top-5.

Charles Leclerc, Carlos Sainz Jr., Sergio Pérez, Esteban Ocon e Pierre Gasly completaram a lista dos dez mais rápidos do dia.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP da Espanha de F1. Siga tudo aqui.

Circuito da Catalunha é familiar para todos os pilotos do grid, pois é usado na pré-temporada (Foto: McLaren)

Confira as declarações:

Lewis Hamilton, primeiro: Hamilton fala em calor “matador para o carro” e prevê luta contra Red Bull na Espanha

Valtteri Bottas, segundo: “Foi um dia positivo, com muito aprendizado. É legal voltar a pilotar aqui e sentir as evoluções do carro desde que andamos aqui na pré-temporada. O carro está bom, mas ainda há espaço para melhorias. Fizemos algumas voltas em ritmo de corrida com todos os compostos e não tive bolhas, então será uma difícil missão de aprender como extrair o máximo da performance.”

Max Verstappen, terceiro: Verstappen se anima com ritmo de corrida da Red Bull após treinos em Barcelona

Daniel Ricciardo, quarto: “Foi um bom dia para nós, especialmente durante a tarde. Na tabela de tempos, pelo menos, mais uma sexta-feira decente. Nosso ritmo de corrida foi bem competitivo. Não estava tão feliz com o carro pela manhã, mas evoluímos durante a tarde, como foi em Silverstone na última semana. O que pode atrapalhar aqui é o calor. Temos mais trabalho a fazer amanhã, mas a expectativa é positiva.”

Romain Grosjean, quinto: Grosjean fica intrigado com melhora da Haas: “Não sei de onde veio essa performance”

Charles Leclerc, sexto: Leclerc festeja “dia positivo” na Espanha. Com novo chassi, Vettel cita “sensações mistas”

Charles Leclerc fechou a sexta-feira em sexto (Foto: AFP)

Carlos Sainz Jr., sétimo: “Uma sexta-feira normal para nós, onde testamos um par de ítens e nosso principal objetivo foi entender o problema de superaquecimento que tive no carro na última semana. Infelizmente, o problema continua aqui e nos tira tempo das voltas, então continuamos investigando para tomar a melhor decisão.”

Sergio Pérez, oitavo: “É ótimo voltar para o carro. Eu senti muita saudade da Fórmula 1. Estou feliz por estar no carro e trabalhar com o time novamente. Achei que demoraria um tempo para pegar o ritmo após duas semanas ausente, mas estou feliz por pegar o ritmo rapidamente. Foi um dia bem físico com as altas temporadas, mas o principal é que conseguimos um ritmo promissor, então estou ansioso para a classificação.”

Esteban Ocon, nono: “Não foi um dia fácil, mas vamos trabalhar duro durante a noite e encontrar soluções. As condições estão difíceis pelo calor. Do nosso lado, temos trabalho para entender o comprotamento do carro e encontrar alguma consistência. Foi complicado dirigir, especialmente com a falta de estabilidade traseira, e ainda não estamos no ritmo bom de Silverstone. O carro tem bom ritmo, só precisamos encontrar.”

Pierre Gasly, décimo: “Foi uma sexta-feira produtiva e completamos uma longa sessão de testes. No segundo treino livre, conseguimos terminar no top-10 mesmo sem estar feliz com o carro. Não encontramos o balanço que eu tive nos últimos finais de semana, então acho que temos trabalho para amanhã para encontrar performance e obter uma boa posição na classificação.”

Lance Stroll, 11º: “Está muito quente aqui, preciso tomar um banho gelado. Não foi a sexta-feira mais fácil, mas sabemos quais áreas precisamos melhorar esta noite visando o domingo. Estou confiante de que daremos um passo adiante. Tivemos hoje um resultado forte na questão de consumo de pneus com a pista tão quente como neste fim de semana.”

Sebastian Vettel, 12º: Leclerc festeja “dia positivo” na Espanha. Com novo chassi, Vettel cita “sensações mistas”

Alexander Albon, 13º: Verstappen se anima com ritmo de corrida da Red Bull após treinos em Barcelona

Daniil Kvyat foi apenas o 15º colocado no TL2 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Lando Norris, 14º: “Um lixo [os pneus duros]. Eu acho que teria mais aderência com pneus de chuva, não sei explicar. Acho que foi idêntico para todo mundo. Todo mundo que alguém estava com pneus duros, eles pareciam ruins. Com os médios e os macios, melhoraravam demais. Não é só com a gente. O acerto está ok com médios e macios, mas terrível com os duros.”

Daniil Kvyat, 15º: “Tivemos uma produtiva sexta-feira. Conseguimos fazer algumas voltas apesar de um problema pela manhã. Não foi ideal perder parte do TL1, mas recuperamos o tempo perdido no TL2, então estou pensando em ter um dia tranquilo amanhã e obter um bom resultado na classificação. Precisamos entender nesta noite como está o carro e encontrar os décimos que vão nos colocar na briga pelo top-10.”

Kevin Magnussen, 16º: “Foi um dia positivo. Não tive uma boa volta com pouco combustível no TL2, então minha volta não pareceu boa, mas Romain [Grosjean] mostrou o rendimento do carro. Com mais combustível, foi positivo. O carro trabalhou bem aqui. Está muito quente, obviamente há muito calor nos pneus, mas eles parecem funcionar bem. Acredito que essa pista acolhe melhor o carro. Estou bem feliz com os treinos de hoje. Será complicado amanhã, mas esperamos chegar longe na classificação e ter uma boa corrida.”

Kimi Räikkönen, 17º: “Uma sexta-feira normal. Testamos várias coisas para encontrar o melhor acerto do carro para amanhã. O carro parece muito com o das últimas corridas, não esperamos grandes mudanças em pouco tempo e não estamos onde queríamos.”

Antonio Giovinazzi, 18º: “Não foi o início mais fácil de GP da Espanha. Sofremos com essas condições e temos muito para melhorar em termos de ritmo. Temos muito a trabalho a fazer.”

Nicholas Latifi, 19º: “Definitivamente estava quente aqui e as condições estão mais úmidas comparadas a Silverstone. Foi um dia complicado para encontrar o ajuste certo para uma volta. Temos muita lição de casa para fazer hoje e tentar encontrar um ritmo próximo de Haas e Alfa Romeo amanhã.”

George Russell, 20º: “Hoje foi muito difícil. Acho que as altas temperaturas significaram que os pneus vão ser problema para todos. Não foi agradável e acho que teremos muito trabalho para amanhã. Não estamos acostumados com Barcelona nessas condições.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube