Derrotado, Bottas lembra 2017 e diz que “terceiro é ótimo para largar” na Rússia

É evidente que o finlandês saiu da classificação derrotado ao terminar atrás de Hamilton e Verstappen, mas ainda manteve a pose

Mais rápido nos treinos livres e nas primeiras fases do treino de classificação deste sábado (26) em Sóchi, Valtteri Bottas chegou a imaginar Lewis Hamilton fora do Q3. No fim das contas, não apenas foi derrotado pelo companheiro na briga pela pole como ainda caiu derrotado para Max Verstappen. Larga em terceiro, mas não está incomodado.

O finlandês lembrou de 2017, quando partiu na mesma terceira colocação e venceu a corrida. “O terceiro é um ótimo lugar para largar. Lembro que uma vez eu larguei em terceiro aqui e sei o que aconteceu”, brincou.

Entretanto, após Hamilton ter a volta cancelada e só dar volta rápida com cronômetro zerado, a pole parecia destinada ao #77. Só que escapou por muito.

“Está tudo muito bom durante todo o fim de semana. O Q1 e o Q2 foram bons, mas o Q3 não foi, ainda que eu tenha tido ritmo”, apontou.

“Na primeira ida à pista, os pneus estavam frios e, na segunda, cometi um erro. Creio que tenho vantagem com os pneus no primeiro stint da corrida”, finalizou.

A largada do GP da Rússia vai ser em horário mais cedo que o habitual e está prevista para 8h10 (horário de Brasília). Antes, às 7h, o GRANDE PRÊMIO inicia a transmissão ao vivo do BRIEFING pré-corrida com a análise do treino classificatório e as últimas informações vindas diretas de Sóchi. Tudo no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube