Empolgado com resultado no GP da Bélgica, Grosjean prevê carro competitivo em Monza e aposta em novo pódio

Romain Grosjean, terceiro lugar no GP da Bélgica, acredita que poderá voltar ao pódio na próxima corrida do Mundial, o GP da Itália, no fim de semana. Além da potência do ótimo motor Mercedes, o franco-suíço aposta no Lotus E23 para ser bem sucedido no lendário circuito de Monza

O GP da Itália se avizinha e, com ele, vibrações positivas para Romain Grosjean. Eufórico com o incrível pódio conquistado no GP da Bélgica, na semana passada, o franco-suíço esbanja otimimo e acredita que poderá novamente terminar no top-3. Para isso, o piloto aposta no pacote competitivo que a Lotus entrega em pistas de alta velocidade, como Monza, o circuito mais rápido do calendário. Além do ótimo motor Mercedes, Grosjean conta com o bom E23, com o qual acredita que terá boas chances de faturar mais um bom resultado em 2015 e manter sua equipe em quinto lugar no Mundial de Construtores.

“Ainda tenho um enorme sorriso no rosto. Que corrida e que atuação de todos na equipe! Temos um grande carro, o E23 funcionou muito bem em Spa-Francorchamps. Tudo saiu muito bem. Possivelmente, fiz minha melhor corrida, mas foi graças ao trabalho de todos em Enstone que consegui realizar isso”, creditou Romain, que falou com empolgação sobre a disputa com Sebastian Vettel nas voltas finais em Spa-Francorchamps.

Romain Grosjean aposta no Lotus E23 para sair de Monza com outro pódio em 2015 (Foto: AP)

“O sentimento é quase como o de uma vitória em corrida. Estava pressionando Vettel, ele é muito rápido. É um competidor muito duro, mas estava escrito. Foi uma pena o que aconteceu com seu pneu na pista. Estava muito entusiasmado por lutar contra ele pela posição e estou convencido de que poderia ter chegado ao pódio mesmo assim”, acrescentou o piloto.

Sobre o lendário circuito de Monza, Grosjean não escondeu que aguarda com ansiedade o fim de semana. “Gosto muito de Monza porque é muito especial. É uma grande pista, que tem muita história. Isso faz com que seja bom para nós correr em um lugar onde todos os nossos heróis correram também. Há um grande ambiente ao redor da pista.”

“Monza deve adaptar ao nosso carro melhor que Spa, assim, em teoria, um pódio pode ser possível. Entretanto, não sabemos como será nosso desempenho em relação aos nossos rivais até que cheguemos lá. É preciso um carro estável e rápido nas retas. Também temos de gerir bem o desgaste dos pneus, e será difícil para nós nas curvas Lesmos e na chicane Ascari, já que há uma menor carga aerodinâmica, por isso será difícil conseguir uma boa aderência nas curvas. É uma correlação difícil, mas tenho certeza de que a equipe vai conseguir encontrar a melhor solução possível”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube