F1
31/08/2018 10:08

Ericsson perde controle da Sauber, bate na primeira chicane de Monza e capota três vezes

Ainda nos primeiros minutos do segundo treino livre para o GP da Itália, Marcus Ericsson perdeu o controle da Sauber, bateu na primeira chicane e capotou três vezes. Atividade foi interrompida em bandeira vermelha
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 Marcus Ericsson (Foto: Motorsport Week/Twitter)

Começou com susto a segunda sessão de treinos livres da F1 em Monza. Ainda nos primeiros minutos da atividade vespertina desta sexta-feira (31), Marcus Ericsson bateu na primeira chicana do traçado italiano e forçou a interrupção do treino em bandeira vermelha.
 
Ainda nos primeiros minutos da atividade, o sueco se aproximava da primeira curva e, no ponto de freada, o carro apresentou uma aparente falha e saiu de traseira, jogando o piloto contra o muro do lado esquerdo da reta principal. O impacto de frente fez o carro levantar voo, e o piloto girou três vezes no ar antes de aterrissar no chão depois da primeira chicane da pista italiana.
Marcus Ericsson escapou ileso do acidente (Foto: Twitter/Motorsport Week)
No replay do acidente foi possível identificar uma falha no DRS do carro de Ericsson, que ficou aberto no momento da freada. 

Apesar do susto, Ericsson não se feriu com gravidade, mas foi levado ao centro médico do traçado para ser melhor examinado. O sueco logo apareceu caminhando no pit-lane, dando mais uma mostra de que estava ileso, depois seguindo para o motorhome da equipe.

Enquanto os fiscais se empenhavam na limpeza da pista, os técnicos da Sauber avaliavam também o carro de Charles Leclerc, vítima de um acidente igualmente assustador nos primeiros metros do GP da Bélgica.
Marcus Ericsson sofreu forte acidente ainda no início do TL2 em Monza (Foto: Reprodução/Sportv)