Alonso se vê em “posição única” no mercado e cutuca Hamilton na Ferrari: “Não era sonho”

Desempenhando um bom trabalho na Aston Martin e na mira da Mercedes para 2025, Fernando Alonso acredita que está em uma posição privilegiada no mercado de pilotos

Com a possibilidade de renovar o contrato com a Aston Martin, e cotado para substituir Lewis Hamilton na Mercedes a partir de 2025, Fernando Alonso se vê em uma “posição única” no mercado de pilotos da Fórmula 1. Por isso, o bicampeão afirmou que não tem pressa para decidir o seu futuro na categoria. No entanto, reiterou que o time liderado por Mike Krack é sua prioridade.

Alonso foi um dos principais pilotos na F1 no ano passado e conquistou nada menos que oito pódios pela Aston Martin. O bom desempenho chamou a atenção da Mercedes, que perde Hamilton ao fim de 2024 e precisa contar com um nome experiente para voltar ao topo do esporte. Porém, o espanhol não quer tomar decisões precipitadas.

“Estou ciente da minha situação, que é única. Existem apenas três campeões mundiais no grid, e todos eles são rápidos. E provavelmente sou o único disponível para 2025. Então estou em uma boa posição. Mas, ao mesmo tempo, quando eu decidir se quero continuar correndo no futuro, a primeira conversa que terei será com a Aston Martin”, contou Fernando.

“Mas se não conseguirmos chegar a um acordo e eu quiser me comprometer a correr na F1, sei que tenho uma posição privilegiada, provavelmente sou atraente para outras equipes”, frisou.

O AMR24 é “evolução forte” e relação a 2023 (Foto: Aston Martin)

O titular da Aston Martin ainda deu sua opinião sobre a ida de Lewis Hamilton para a Ferrari. Depois de a escuderia conquistar uma vitória em Singapura e seis poles ao longo de 2023, o espanhol afirmou que o heptacampeão tem capacidade de vencer corridas e até disputar o título junto do time de Maranello. Contudo, para Alonso, a decisão de Lewis de se mudar para a Itália vai muito além do desejo de realizar um sonho de infância.

“[Durante os últimos anos] a Ferrari teve um carro muito rápido e estava lutando por grandes coisas. Talvez Lewis possa trazer esse extra para lutar pelo título. O carro está aí.  Mesmo no ano passado, com uma Red Bull muito dominante, a Ferrari conseguiu ser mais rápida do que eles em algumas sessões de classificação, então o carro deve ser rápido o suficiente”, seguiu.

“Não era o sonho de infância dele há 12 meses, não? Ou há dois meses, eu acho, porque era um sonho diferente naquela época”, finalizou Alonso.

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.